orientação para tirar medidas

Oriente-se pela imagem e pela tabela de tamanhos, mas atenção: não aperte a fita, deixe-a justa, mas sem apertar.
A dica para quem for se medir sozinha é ficar em frente a um espelho grande.Vamos as principais medidas:
• Busto: passe a fita métrica por debaixo das axilas, contorne todo tronco, deixe a ponta da fita para frente, tire a medida do ponto mais saliente do busto.
• Abaixo do Busto: Esta medida é a linha de baixo do sutiã.
• Cintura: Passe a fita em volta da cintura no ponto mais estreito. A cintura fica mais ou menos a dois dedos acima do umbigo.
• Quadril: Contorne a fita na parte mais larga dos quadris.
• Altura do vestido: Para saber a altura do vestido, meça da linha abaixo do busto (linha do sutiã) até as pontas dos pés.

Como tirar medidas

Como tirar medidas

Pesquise no blog KZ

7 de jul de 2010

Vinhos


Uma ótima opção para casamentos.
A história do vinho acompanha a própria história do mundo, evoluindo segundo as transformações por este vividas.

Informações necessárias:
São indicadas para festas de casamento a quantia de 1 garrafa para 3 pessoas, se quiser acrescentar vinhos espumantes como lambruscos e frisantes, a quantidade é de uma garrafa para 10 pessoas.
Como comparação a quantidade de whisky é 1 garrafa para (1 litro) para 12 pessoas.
É importante saber que cada festa possui um perfil de convidados, portanto o número de garrafas poderá ser maior, quando servido a apreciadores, e menor quando os convidados forem em sua maioria evangélicos.

Vinhos e pratos:
Para aves, peixes, crustáceos, saladas verdes e massas – vinho branco seco.
Para carnes vermelha, paella, cozidos, churrasco, carne de carneiro, caças e cordeiro, a preferência é para os tintos, envelhecidos ou jovens.
Para as sobremesas, o ideal é servir Porto, Moscatel ou espumante.
A escolha do copo também é importante.
O tipo adequado permite enfatizar todas as virtudes do vinho.
Os mais indicados são os cálices, que têm uma haste com o pé. Além de elegantes, podem ser segurados sem que se aqueça o vinho.
Os ideais são de cristal ou vidro, de paredes finas, inteiramente lisos (os lapidados não permitem que a cor seja plenamente apreciada).
No caso do champanhe, o ideal é o copo tipo "flute", ou flauta, e não a taça tradicional, boca larga, que faz com que a bebida perca as bolhas de gás rapidamente. Por ter a borda mais estreita, a "flute" permite uma melhor concentração e percepção de aroma.
Uma regra importante para combinar pratos e vinhos é casar pesos semelhantes, ou seja: se o prato for encorpado (sabores marcantes) o vinho para acompanhar deve ser marcante, para que um sabor não encubra o outro.
É importante conhecer bem a estrutura do prato, como acidez, doçura, intensidade, temperos e também os aromas e intensidade dos vinhos para combiná-los.
O branco vem primeiro - Se você vai servir mais de um vinho, lembre-se de que o branco deve ser servido antes do tinto (que tem sabor mais forte). A única exceção são os vinhos brancos adocicados, que devem ser servidos à sobremesa.
Do mesmo modo, os vinhos mais jovens devem vir antes dos envelhecidos. Nessa hierarquia, o melhor vinho fica sempre para o final da refeição, para que a boca conserve o melhor sabor.
Para acompanhar a sobremesa, o vinho ideal é um champanhe demisec.
Os champanhes secos só devem ser tomados como aperitivo ou muito depois das refeições.
O mais importante nisso tudo é brindar a felicidade do casal!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o comentário!

Vestidos do KZ Atelier Noivas

KZ Atelier Noivas

KZ Atelier Noivas
kz

Vestidos 15 anos do KZ Atelier Noivas