orientação para tirar medidas

Oriente-se pela imagem e pela tabela de tamanhos, mas atenção: não aperte a fita, deixe-a justa, mas sem apertar.
A dica para quem for se medir sozinha é ficar em frente a um espelho grande.Vamos as principais medidas:
• Busto: passe a fita métrica por debaixo das axilas, contorne todo tronco, deixe a ponta da fita para frente, tire a medida do ponto mais saliente do busto.
• Abaixo do Busto: Esta medida é a linha de baixo do sutiã.
• Cintura: Passe a fita em volta da cintura no ponto mais estreito. A cintura fica mais ou menos a dois dedos acima do umbigo.
• Quadril: Contorne a fita na parte mais larga dos quadris.
• Altura do vestido: Para saber a altura do vestido, meça da linha abaixo do busto (linha do sutiã) até as pontas dos pés.

Como tirar medidas

Como tirar medidas

Pesquise no blog KZ

13 de nov de 2009

Faz saber que por este Cartório do Registro Civil estão se habilitando para casar:

TITULAR: THEREZINHA DE AQUINO COSTA DOS SANTOS
CARTÓRIO DO OFÍCIO ÚNICO
DE RIO DAS OSTRAS
RUA ARARUAMA, 119, CENTRO – CEP: 28.890-000 - RIO DAS OSTRAS-RJ. TEL.: (22) 2764


Processo nº: 2049.
SYLLAS DE SOUZA & JAQUELINE DA SILVA
DE ALMEIDA. Brasileiros, Divorciados, residentes
neste Município. Ele, filho de ENTONILHO
CARDOSO DE SOUZA (Falecido) e de SARA
BRITO DE SOUZA. Ela, residente neste município,
filha de ADALTO MAGOS DE OLIVEIRA (Falecido)
e de MARIA DO CARMO GOMES DA SILVA.

Processo nº: 2167.
WILLIAM CESAR ALVES & KATIANY DE
ALMEIDA SOARES. Brasileiros, residentes neste
Município. Ele, Solteiro, filho de MARILENE LEÃO
ALVES. Ela, Divorciada, residente neste município,
filha de CARLOS ALBERTO RIBEIRO SOARES e
de REGINA DE ALMEIDA SOARES.

Processo nº: 2168.
GERVASIO SOARES FILHO & ZENILDA DA
CRUZ. Brasileiros, residentes neste município. Ele,
Viúvo, filho de GERVASIO SOARES e de ARINA
MARIA DA GLORIA SOARES (Falecidos). Ela,
Divorciada, filha de OTACILIO FRANCISCO DA
CRUZ (Falecido) e de AIRTE DE JESUS
DORMIRO.

Processo nº: 2169.
ERICK VIANA DOS SANTOS & VIVIANE
TEIXEIRA DA SILVA. Brasileiros, Solteiros,
residentes neste Município. Ele, filho de MANOEL
MESSIAS DOS SANTOS e de LUCIA ALVES
VIANA DOS SANTOS. Ela, filha de CARLOS
ALBERTO DA SILVA e de LUCIA MARIA
TEIXEIRA DA SILVA.

Processo nº: 2170.
CARLOS EDUARDO PEREIRA NUNES &
KARLA NOGUEIRA DIAS. Brasileiros, Solteiros,
residentes neste Município. Ele, filho de CELITA
PEREIRA NUNES. Ela, filha de CARLOS SABINO
DIAS e de NORMA NOGUEIRA DIAS.

Processo nº: 2171.
ADELMO FIRMINO DE ARAUJO & PÂMELA
DE SOUZA FRANÇA. Brasileiros, Solteiros,
residentes neste município. Ele, filho de ABEL DE
ARAUJO e de SILVIA FIRMINO. Ela, filha de
JORGE LUÍS MARTINS FRANÇA e de CELIA
PACHECO DE SOUZA.

Processo nº: 2172.
GUSTAVO FERREIRA DA SILVA & BRUNA
MARIA LAMORI DOS SANTOS PEREIRA.
Brasileiros, Solteiros, residentes neste município. Ele,
filho de PAULO CEZAR ALVES DA SILVA e de
VERA LÚCIA FERREIRA DA SILVA. Ela, filha
de ARTUR DOS SANTOS PEREIRA JUNIOR
(Falecido) e de MONICA MARIA LAMORI
PEREIRA.

Processo nº: 2173.
BRUNO VIANA DA SILVA & AMANDA
SATYRO DA CONCEIÇÃO. Brasileiros, Solteiros,
residentes neste município. Ele, filho de NOEL
GOMES DA SILVA e de CLAUDINÉIA VIANA
GOMES DA SILVA. Ela, filha de AMARO DA
CONCEIÇÃO e de MARIA DA GLÓRIA SATYRO
DA CONCEIÇÃO.

Processo nº: 2174.
JOÉLITON PEREIRA SANTOS & GEISIELE
MATTOS DE OLIVEIRA. Brasileiros, Solteiros,
residentes neste município. Ele, filho de JOSÉ
SANTOS e de EDELZA PEREIRA SANTOS. Ela,
filha de JOÃO BATISTA ARAÚJO DE OLIVEIRA
e de ARLETE SOARES DE MATTOS.

Quem souber de algum impedimento acuse-o na
forma da Lei.


Rio das Ostras, 06 de Novembro de 2009
Danny dos Santos Reis
Substituto

23 de set de 2009


Quais os tipos de vestido que valorizam a silhueta da noiva.



Magra e baixa


Para parecer mais alta, prefira os modelos sem mangas (se você for casar no verão), com gola rente ao pescoço e cintura alta. Estes detalhes farão com que você pareça mais longelínea. Ao invés de optar por linhas horizontais, prefira as verticais. Os penteados altos com véus longos ajudam a alongar a silhueta.

Não magra

Evite os vestidos volumosos, pois eles acentuam as formas arredondadas do seu corpo. Opte por um vestido feito com tecidos de bom caimento como crepes, cetins e gorgorão. Os modelos de cintura mais baixa e levemente evasês lhe cairão muito bem. A grinalda deverá ser simples, com caimento mais reto.

Magra e Alta

Você pode usar praticamente tudo. Tanto os vestidos mais volumosos quanto os mais justos ao corpo darão um ótimo caimento, no entanto, os modelos de saias mais amplas e de cintura marcada são os mais indicados. Ouse nas caudas e nos tecidos mais encorpados.

Não magra e Alta

Escolha tecidos mais firmes como zibeline ou gorgurão e modelos retos que acompanhem a silhueta de seu corpo, sem no entanto ajustá-la em demasia. Nada de vestidos volumosos e saias rodadas.
Porém não se esqueça, a noiva tem que se sentir bem e linda, pois esse é um momento muito esperado e não poderá se r estragado com pequenos detalhes.

16 de set de 2009

Como organizar o casamento civil

Preocupados com a festa e a cerimônia religiosa, algumas pessoas deixam o casamento civil de lado e se surpreendem diante dos prazos e custos inesperados em cima da hora. O segredo para fugir dessa dor de cabeça? Planejamento.

Como funciona
Os noivos devem iniciar o processo de habilitação do casamento comparecendo ao cartório mais próximo da casa de um deles com duas testemunhas maiores de idade que atestem que não há impedimentos para a união (não podem ser os pais nem os avós). Todos devem levar suas identidades (originais ou cópias autenticadas).
Aceita a requisição, o cartório publica na imprensa local durante duas semanas um edital de proclamas (ou conclamas), que é um aviso à sociedade da intenção dos noivos de se casar.
Depois de 15 dias da entrada do pedido, não tendo sido encontrado nenhum impedimento, os noivos estão habilitados para casar. O juiz de casamentos, então, marca data, horário e local da celebração. Quando os noivos optam por fazer a cerimônia fora do cartório, chama-se de casamento em diligência.
A habilitação tem validade máxima de 90 dias (3 meses). Se o casamento não for celebrado nesse intervalo, os noivos precisarão reiniciar o processo.
Por isso, o pedido deve ser feito com antecedência de 15 a 90 dias da data escolhida por vocês para o casamento civil. Um ou dois meses é um bom prazo.

Documentos necessários*
Certidão de nascimento (original ou cópia autenticada);
Carteira de identidade (original ou cópia autenticada) ou, para estrangeiros, passaporte ou RNE (Registro Nacional de Estrangeiros);
Comprovante de residência dos noivos e dos pais (se vivos);
Declaração de estado civil (somente estrangeiros).

- Casos especiais
Divorciados: certidão de averbação de divórcio
Viúvos: certidão do casamento anterior e atestado de óbito do ex-cônjuge
Estrangeiros: todos os documentos devem ser traduzidos para o português por um tradutor público juramentado.
Menores de idade: autorização dos pais ou responsáveis. Se um dos noivos tiver menos de 16 anos, deve apresentar também alvará judicial de suprimento de idade.
*Todos os documentos apresentados devem estar em bom estado de conservação. Se sua certidão de nascimento já está surrada, você pode requerer uma segunda via em um cartório.

Taxas**
Casamento no cartório – de R$ 200 a R$ 300
Casamento em diligência (fora do cartório) – de R$ 700 a R$ 800
Publicação de edital de proclamas – de R$ 35 a R$ 50.

Curiosidades
As portas do recinto onde for celebrado o casamento devem ficar abertas, pois o ato deve ser público.
Quando o juíz declara os noivos marido e mulher, o casamento está oficializado. Assim, o casal deve assinar o livro já com os nomes que passaram a usar (tanto noivo quanto noiva podem acrescentar o sobrenome um do outro).
Cuidado com brincadeiras na hora do “sim”. O casamento civil é uma solenidade e o juiz espera uma manifestação confiante da vontade de se casar. Se ele não sentir firmeza na declaração, ouvir um “não” ou uma confissão de arrependimento, a cerimônia é cancelada. Ainda que tenha sido brincadeira, aquele que “deu para trás” não pode se retificar diante do juiz no mesmo dia e o casal terá de remarcar o casamento.

15 de set de 2009


Conheça alguns problemas conjugais que podem anular uma união.
Casar, de acordo com o dicionário, significa “1.Unir por casamento ou matrimônio. 2.Promover o casamento. 3.Emparelhar. 4.Combinar, harmonizar. 5.Unir-se a alguém por matrimônio. 6.Unir-se”.
O casal pode solicitar a anulação do casamento se sofrer com problemas que estiverem no Código Civil.
A definição da palavra casamento é conhecida como a união de duas pessoas que querem ficar juntas com o objetivo de constituir uma família.
Apesar do importante significado da palavra, nem sempre o casal consegue conviver harmoniosamente, colocando em prática o que conhecem por teoria. Muitas vezes um dos cônjuges se surpreende com as atitudes do parceiro ou surgem problemas sérios que geram incompatibilidade na vida do casal. Caso um dos cônjuges esteja insatisfeito com a situação que vive ou sofra algum tipo de abuso, seja ele físico ou psicológico, deve procurar ajuda profissional para resolver a situação.
O advogado Angelo daSilva Santos explicou que o primeiro passo dos cônjuges que quiserem anular o casamento por algum motivo que estiver previsto no Código Civil, é procurar um advogado especializado em Direito de Família, para buscar maiores orientações.
“É importante ter em mente que a invalidação do casamento, seja por anulação ou nulidade, é completamente diferente da separação ou do divórcio. No primeiro caso, o casamento ficará sem efeito, voltando-se à situação civil anterior. Já no segundo, será decretado o término da sociedade conjugal, ou seja, ela existiu, gerou efeitos e terminou”, explicou o profissional.
Segundo Angelo, o pedido de anulação deve ser apresentado ao Poder Judiciário, que analisará as provas e ouvirá a parte contrária, sentenciando a anulação do casamento.
Angelo também esclareceu ainda que as provas testemunhais e documentais são indispensáveis para a anulação do casamento, e que sem elas pode haver complicações. A invalidação do casamento somente é decretada pelo judiciário quando as hipóteses previstas em lei estão perfeitamente configuradas. “Isso não impede o pedido de separação ou divórcio, que depende apenas da vontade de uma das partes. Inclusive, o juiz pode determinar até mesmo a separação de corpos antes do divórcio, se houver, por exemplo, risco de violência”.
Cada motivo será estudado com cuidado pelo advogado, que analisará se a melhor solução é solicitar a anulação do casamento ou o divórcio. O advogado alertou que a infertilidade, por exemplo, por si só, não é motivo suficiente para a anulação de um casamento, pois ela não caracteriza um erro essencial quanto à pessoa/personalidade do outro cônjuge. A anulação deverá ser solicitada somente se o cônjuge possuir uma doença grave anterior ao casamento e oculte da outra pessoa. “Nesse caso, o ordenamento civil autoriza a anulação da união por ignorância de um dos cônjuges desse defeito físico irremediável ou de moléstia grave e transmissível pelo contágio ou herança, capaz de pôr em risco a saúde do outro cônjuge ou de sua descendência”, revelou o advogado.
O período de anulação de um casamento pode variar de acordo com cada caso e estado. No Rio de Janeiro, uma ação de anulação tem duração média de cinco anos.
Por isso, aconselhamos a fazer o exame pré-nupcial pois este ajuda e muito evitando males entendidos.
Rod. Amaral Peixoto, KM 137, n.36 L01 - Cabo Frio

BRUNO ROBERTO DE OLIVEIRA RAMOS
Notário e Oficial Registrador
CARLOS GABRIEL LOPES B. PINHEIRO
Substituto
Edital de Casamento
(prazo de 15 dias)
FAZ SABER, que pretendem casar e apresentaram os
documentos exigidos pelo art. 1.525 do código civil:

Processo 1487
WALTER BRAGAZZI PRADO JUNIOR e ALZENI
BARCELLOS CABRAL, brasileiros, residentes neste
município. Ele, solteiro, filho de Walter Bragazzi Prado
e Mariana José da Silva. Ela, divorciada, filha de Adedival
Pinheiro Cabral e Arlinda Barcelos Cabral.

Processo 1490
RODOLFO SOARES PEÇANHA e DENYZE DA SILVA
CAETANO, brasileiros, residentes neste município. Ele,
solteiro, filho de Robson Peçanha e Teresa Soares
Peçanha. Ela, solteira, filha de Drópolis da Silva Caetano
e Janecy Maria da Silva Caetano.

Processo 1491
NILTON DE OLIVEIRA JUNIOR e ZENITH DA SILVA
LIMA, brasileiros, residentes neste município. Ele,
divorciado, filho de Nilton de Oliveira e Nilza Amâncio
da Silva. Ela, solteira, filha de Silas Lima e Maria Alva
Rangel da Silva.

Processo 1492
DANIEL PIRES MOREIRA e MARILZA CRISPIM DE
MENDONÇA, brasileiros, residentes neste município.
Ele, divorciado, filho de Manoel Moreira e Maria Pires
Moreira. Ela, divorciada, filha de Jose Crispim de
Mendonça e Aldozinda Ferreira da Silva Mendonça.

Processo 1493
ADILSON DOS SANTOS e VÂNIA DE OLIVEIRA
MARCELO, brasileiros, residentes neste município. Ele,
solteiro, filho de Jose Amaro dos Santos e Durvalina Maria
da Conceição dos Santos. Ela, solteira, filha de Ludgerio
Marcelo Neto e Dorotilde de Oliveira Teixeira.

Processo 1494
DANIEL DA PENHA DE OLIVEIRA e MIRIAM
PEREIRA DA SILVA, brasileiros, residentes neste
município. Ele, solteiro, filho de Zemir Cardoso de Oliveira
e Jassiara da Penha de Oliveira. Ela, solteira, filha de
José Almir Pereira da Silva e Conceição Oliveira da Silva.

Processo 1495
CARLOS ALBERTO FERREIRA SILVA e ELOISA
CRISÓSTOMO SILVA, brasileiros, residentes neste
município. Ele, divorciado, filho de Carlos Ferreira da
Costa Silva e Dalva Ferreira da Silva. Ela, solteira, David
Feliciano Silva e Odete Crisóstomo de Almeida.

Processo 1496
LUIZ CARLOS DOS SANTOS e TALITA CAMPOS
ANCHIETA, brasileiros, residentes neste município. Ele,
divorciado, filho de Maria Rosa da Conceição. Ela,
divorciada, filha de João Anchieta e Evaldina Campos
Anchieta.

Processo 1497
JONATAN DA SILVA FERNANDES e RAIANE
CABRAL ALVES, brasileiros, residentes neste
município. Ele, solteiro, filho de Walcir Rubens
Fernandes e Josefa da Silva Fernandes. Ela, solteira,
filha de Reinaldo Soares Alves e Alzeni Barcellos Cabral
Alves.

Processo 1498
MARCOS VINICIO PEREIRA RIBEIRO e ROSIMERI
INACIO BARROS, brasileiros, residentes neste
município. Ele, solteiro, filho de Antonio Ribeiro e
Antonia Pereira Ribeiro. Ela, solteira, filha de Jorge
Barros e Denair Inácio Barros.

Processo 1499
FRANCISCO PACIENCIA FILHO e NILDA MARIA
ANTONIA, brasileiros, residentes neste município. Ele,
solteiro, filho de Francisco Paciência Filho e Ana Maria
Izabel. Ela, solteira, filha de Cassemiro José Batista e
Jandira José Batista.

Processo 1500
JAILSON SOARES DE ALMEIDA e DELCILENE
CALDEIRA DA CONCEIÇÃO, brasileiros, residentes
neste município. Ele, solteiro, filho de Jair Gonçalves
de Almeida e Eva Soares de Almeida. Ela, solteira, filha
de Iolina Caldeira da Conceição.

Processo 1501
JOSE RENATO DE OLIVEIRA e LUCIANE
PESSANHA MARVILA, brasileiros, residentes neste
município. Ele, divorciado, filho de Sebastião Caetano
de Oliveira e Teresinha Marcelino de Oliveira. Ela,
divorciada, filha de Luiz Alves Marvila e Maria Jose
Pessanha Marvila.

Processo 1502
CLAUDIO MOTA ROLDÃO DE OLIVEIRA e
ROSELUCE DA SILVA ROSAS, brasileiros, residentes neste
município. Ele, solteiro, filho de Ari Roldão de Oliveira e
Ivone Motta de Oliveira. Ela, divorciada, filha de Nasareno
Celso Santana Rosas e Ivone Olímpia Alves da Silva.
Faz saber que por este Cartório do Registro Civil estão se habilitando para casar:

Processo nº: 1959.
FERNANDO YUKIO SHIOTSUKI &
EVILANE ESPINHOSA SIQUEIRA.
Brasileiros, Residentes neste Município. Ele,
Divorciado, filho de MARIO SHIOTSUKI e de
IDA TEICO SHIOTSUKI. Ela, Solteira. filha de
AROLDO ALVES SIQUEIRA (Falecido) e de
IRACI MACHADO ESPINHOSA SIQUEIRA.

Processo nº: 2100.
RAFAEL STENZEL CRUZ & ANDRESSA
CRISTIANA MARINHO DE MOURA.
Brasileiros, Solteiros. Ele, residente neste
Município, filho de ULISSES ROGÉRIO LUZ
CRUZ e de IRIA STENZEL. Ela, residente em
Rancharia – SP. filha de MOACIR MARINHO
DE MOURA e de SICERA DE OLIVEIRA
BARRETO DE MOURA.

Processo nº: 2101.
ALAN PORTELLA DE SOUZA & LARISSA
MERCADANTE GÓES. Brasileiros, Solteiros,
residentes neste município. Ele, filho de
RONALDO LUIZ DE SOUZA e de REGINA
PORTELLA DE SOUZA. Ela, filha de JOÃO
PAULO DE MIRANDA GÓES e de IRACEMA
RODRIGUES MERCADANTE.

Processo nº: 2102.
VANILSON PEREIRA DE AGUIAR FILHO
& MARIA EDUARDA BACK. Brasileiros,
Solteiros. Ele, residente neste Município, filho
de VANILSON PEREIRA DE AGUIAR e de
FRANCISCA EDNA DE ARAÚJO. Ela,
residente em Santa Cruz do Sul – RS, filha de
ENIO LUCIO BACK e de LORNES VANIR
BACK.

Processo nº: 2103.
JOÃO LIUZ FASSARELLA & NORMA
MANHÃES GUERRA. Brasileiros,
Divorciados, residentes neste município. Ele,
filho de ANTONIO FASSARELLA (Falecido)
e de ARSELINA MARIA MANZOLLI
FASSARELLA. Ela, filha de JOÃO BATISTA
RIBEIRO DA SILVA (Falecido) e de EDITH
MANHÃES DA SILVA.

Processo nº: 2104.
MARCOS LUIZ BATISTA & SILVANA
MARTA DE OLIVEIRA. Brasileiros, Solteiros.
Ele, residente neste Município, filho de
AMARO BATISTA e de ALMEZINA BATISTA.
Ela, residente em Volta Redonda – RJ, filha de
VICENTE PAULINO DE OLIVEIRA e de
ELOISA HELENA VENTURA DE OLIVEIRA.

Processo nº: 2105.
TIAGO MARTINS DE OLIVEIRA &
GLAUCE BRITO DA SILVEIRA. Brasileiros,
Solteiros, residentes neste município. Ele,
filho de SALIME SIQUEIRA DE OLIVEIRA e
de CREUZA MARTINS DE OLIVEIRA. Ela,
filha de LUCIANO CHAGAS DA SILVEIRA e
de MARTA FERREIRA DE BRITO DA
SILVEIRA.

Processo nº: 2106.
LACY DA COSTA PRADO & REGINA
CÉLIA DA SILVA. Brasileiros, residentes neste
município. Ele, Viúvo, filho de GILBERTO DA
COSTA PRADO e de ABIGAIL DE
CARVALHO PRADO (Falecidos). Ela,
solteira, filha de ERNESTINA MANDES DA
SILVA.

Processo nº: 2107.
EVANDRO DE MORAES & SIMONE
SOARES SIAS. Brasileiros, Solteiros,
residentes neste município. Ele, Solteiro, filho
de SEBASTIÃO FRANCISCO DE MORAES
(Falecido) e de CLEUZA MOURA. Ela, filha
de JUHENIR FRANÇA SIAS e de MARIA
SOARES SIAS.

Processo nº: 2108.
RENATO GONÇALVES CORDEIRO &
FERNANDA DOS SANTOS SOUZA.
Brasileiros, Solteiros, residentes neste
município. Ele, filho de HELIO RICARDO
CORDEIRO e de TANIA MARIA GONÇALVES
CORDEIRO. Ela, filha de SILMAR CAETANO
DE SOUZA e de ALZIMEIA NASCIMENTO
DOS SANTOS.

Processo nº: 2109.
SERGIO ELIAS BRITO TEIXEIRA &
JULIA DA SILVA MELO PORTO. Brasileiros,
residentes neste município. Ele, Divorciado,
filho de OSCAR SOARES TEIXEIRA JUNIOR
(Falecido) e de TEREZINHA DE JESUS
MENDES BRITO. Ela, Solteira, filha de JOSÉ
LUIZ DA SILVA PORTO e de ELISA DA SILVA
MELO PORTO.

Processo nº: 2110.
PHILIPPE ARAÚJO LEBOEUF & ELIANE
GONÇALVES DA SILVA. Brasileiros,
Solteiros, residentes neste município. Ele,
filho de CLAUDE PIERRE GUSTAVE
LEBOEUF (Falecido) e de MARIA ANA
ARAÚJO LEBOEUF. Ela, filha de ANTÔNIO
GONÇALVES DA SILVA e de CARMINA
PEREIRA DA SILVA.

Processo nº: 2111.
WILLIAN GOMES DE ARAÚJO &
ROSILENE MOREIRA DA SILVA. Brasileiros,
Solteiros, residentes neste município. Ele,
filho de SÉRGIO LUIZ GOMES DE ARAUJO.
Ela, filha de HORTELINO MOREIRA DA
SILVA e de HELOISA MARIA DA
CONCEIÇÃO (Falecidos).

Quem souber de algum impedimento acuse-o na forma da Lei.
Rio das Ostras, 02 de Setembro de 2009
Danny dos Santos Reis
Substituto




















8 de set de 2009

Casamento na Praia


Um evento moderno, descontraído e uma opção de cerimônia que casais estão adotando cada vez mais.Se você decidiu pelo casamento na praia saiba que o seu casamento encontra-se na categoria informal. Por conta disso, é permitido que você use sua criatividade e que fuja as tradições e limites.

Local e data
Procure explorar as características do clima e local escolhido. Praia sugere: cor, leveza, descontração, tecidos finos e leves.Decida se será a noite ou de dia, pois cada momento terá suas características e cuidados específicos. Ao escolher a data leve em consideração o horário de verão, será de dia, noite ou se ainda quer aproveitar o pôr-do-sol.Os meses ideais para casamento na praia são os mais quentes como novembro, dezembro e janeiro, mas preste atenção do horário mais fresco que é ao fim da tarde ou a noite. Escolha um local de fácil acesso e junto ao convite tenha um mapa para facilitar a localização aos convidados.

Alimentação/Cardápio
A alimentação será bem mais criativa, sem restrições. A alimentação e recepção dependem do horário. Chá e suco se for a tarde. Se for de manhã, com certeza se estenderá até mais tarde, devendo oferecer algo mais substancial, pois será horário de almoço.Você pode optar entre churrasco ou um cardápio, cujos pratos, sejam frutos do mar. Ou ainda, uma mistura dos dois: churrasco de frutos do mar. Para isso, pesquise qual tipo de peixe de sua região é próprio para assar na brasa.Geralmente as pessoas optam pelo pintado que é um peixe de água doce, mas o cação também fica muito bom. Pode acompanhar molhos diversos para as pessoas escolherem.
Sugerimos o tradicional molho tártaro e variações como; molho de maracujá, molho de alcaparras e ainda molho de camarão.
Como acompanhamento
Aarroz à grega e como entrada uma salada de folhas verdes e frutas como manga, maça, kiwi, etc.
A melhor folha é a alface americana, que sendo mais resistente, não perderá a aparência bonita com o calor da praia.
Também os molhos (para a salada) podem ser servidos a parte do tipo: iogurte, rosê, tradicional, ervas.
Você pode prepará-los de véspera ou usar os comprados, mas coloque em travessas bonitas. Cuidado ou evite servir maionese ou qualquer alimento que possa estragar devido ao calor.

Bebidas/coktails
O local pede muito suco, suco de frutas, a serem feitos na hora. Sugerimos um barzinho à parte onde um barman contratado, fará os sucos, coquetéis e batidas de frutas ou caipirinhas. Assim a certeza do sucesso quanto a bebidas será um dos pontos altos da festa. Não esqueçam da tradicional champanhe para o brinde antes de partir o bolo. Deixe que seu noivo se encarregue disto para que participe de algo, mas controle os detalhes e certifique-se que ele está indo atrás destas coisas!

Roupas
Tanto para o noivo quanto a noiva, e familiares o figurino deve ser o mais simples, leve e despojado possível, para o noivo há batas e calças de algodão, se for direto na areia, podem ficar descalços, assim como demais convidados,Salto! Nem pensar!!! Assim como devem ser evitados vestidos longos para não ficarem arrastando na areia, longuete ou curtos são os comprimentos mais adequados para os vestidos! Neste tipo de casamento até os padrinhos podem usar bermuda, que não serão criticados!Para a noiva, nada de tecidos pesados e pedrarias, brilhos a noite são permitido, mas sem exagero, a receita é ser despojada e clean. Nada de véu, use tiara ou uma linda grinalda, mesmo arranjo de flores naturais ficará lindo!Madrinhas fiquem a vontade com o floral, sedas, viscoses, e algodão, tudo muito leve e com frescor!

Ornamentação
Use e abuse de frutas, as da estação e do local, as frutas ajudarão muito na decoração de sua festa além de ser a sobremesa mais saudável e prática!A ornamentação pede a escolha de flores mais resistentes, pois estarão a mercê do sol e calor. Use muita folhagem para garantir o frescor. Flores tropicais coloridas em tons de vermelho, laranja e amarelo… ou…. flores brancas: lisianthus, lírios são resistentes.
Quanto às mesas pode usar toalhas coloridas com os arranjos de folhas e frutas sobre elas, ou vasos de vidro que podem ser levados depois como lembrança. Nesses vasos faça arranjos contendo, areia, conchas e velas, fica muito natural e de acordo com toda a festa.Sugerimos arranjo com folhas de coqueiro, pois além de ser fácil de conseguir na praia, tem tudo a ver com o momento.
Também use coco para os arranjos, como bebida a ser servida e até mesmo para sobremesa. O próprio bolo pode ser uma variação da sobremesa. E se possível, acompanhe com sorvete.Não esqueça da iluminação, pois após o por do sol o uso de tochas torna o ambiente além de româmtico muito agradável dando a festa um ar de lual. Aliás a festa na praia tem o charme de um lindo lual!

Música
Quanto ao som lembre-se que a música é um dos pontos altos de toda a festa e precisa ser muito bem estudada. Entre em contato com músicos, pense em tudo que é preciso, desde o local onde será colocado o som, se vai ser banda, DJ.Quanto a pista de dança, será construída ou será na areia mesmo, sempre tem quem adora uma festa assim para dançar. Nem pensar em coral, ou músicas sérias, o som deve corresponder ao clima de praia.

Lembrancinhas
Faça algo do tipo: imã de geladeira com motivos de praia, exemplo: prancha de surfe com o nome dos dois, peixes de resina ou mesmo de frutinhas tropicais…Ficará algo informal e praiano, que é o motivo maior. Lembrando ainda que imã de geladeira é uma das mais interessantes lembranças, pois os seus amigos se lembrarão de vocês a maior parte do tempo, porque o local mais visitado da casa ainda é a geladeira!Sandálias havaianas também são bem adequadas ao tema casamento na praia.

Detalhes
Verifique a necessidade de autorização do local para a realização do evento, entre em contato com a prefeitura, será muito chato no dia aparecer impedimentos desse tipo. Existem detalhes importantes que podem prejudicar o bom andamento da festa, pense na areia, na possibilidade de chuva.
Se for a noite, a iluminação tem que ser muito boa e nada de improviso, escolha uma data de lua cheia que pode favorecer a luz e tornar a noite muito mais bonita!!!
Decida o tipo de cobertura, confira o tamanho e modelo mais adequado de tendas para esse tipo de festa, conheça todos os tipos, verifique preços e detalhes contratuais. Número de cadeiras para o casamento, e mesas a serem acrescidas depois.
Estudar possibilidades como o casamento ser com cadeiras em disposição semelhante a igreja ou já conter as mesas onde após a cerimônia, o local já esta preparado para a festa, é mais prático.
Combinar com o celebrante, padre ou pastor, detalhes do casamento e como improvisar um altar de acordo com sua orientação.
As vezes há necessidade de autorização para realizar o casamento fora de sua paróquia.Cuidado com banheiro, isso numa festa é essencial!
Veja se há banheiro no local ou se há necessidade de contratar banheiros do tipo container.
Por fim, não esqueça que alguns convidados mais animados podem querer entrar no mar, esteja atenta aos que abusaram das bebidas, se puder contratar um salva-vidas, que possa ser também segurança todos ficarão mais tranqüilos.


Dicas de Colarinhos e Camisas do Noivo, Roupas para Noivos

Colarinhos
Uma das regrinhas que fica bem fácil e vai ajudar o noivo na hora da compra de sua camisa é observar se o colarinho tem botões. Caso tenha, a camisa somente deverá ser usada de forma esportiva, ou seja, sem a gravata, portanto, esse modelo de colarinho não é o adequado para um evento social, como o casamento.
Outra regrinha é quanto à largura que o colarinho da camisa deve ter. Ele não pode ser apertado, mas também não deve ficar folgado demais no pescoço. A forma ideal é que ele fique ajustado no pescoço, sem incomodar.
Outro detalhe importante é quanto ao tamanho do colarinho, pois ele pode favorecer o seu biótipo ou não.Um colarinho pontudo, dá maior harmonia a um homem que seja grande ou esteja acima do peso. Já um colarinho mais arredondado e um pouco mais curto, favorece homens magros e com o pescoço longo. De qualquer forma, o colarinho longo ou mais aberto, é o mais usado em situações sociais e a rigor, pois ficam mais destacados e dão elegância ao traje. Deixe os colarinhos mais simples para ternos mais claros ou para usar com blazer.

Padronagem
O mercado de confecção de camisas masculinas oferece inúmeras opções para ocasiões diferentes. Basicamente, são três padronagens: lisas, com listras e o xadrez.Camisas lisas: Para o dia do casamento, por exemplo, a camisa lisa é a melhor opção. Ela pode ser em qualquer cor clara como creme, rosa bebê ou azul clara, mas sem sombra de dúvidas, a branca é campeã de escolha, não só por combinar com todos os tipos de trajes como é adequada para qualquer estação do ano.

Camisas com listras
São consideradas clássicas, as que possuem listras estreitas com uma ou duas cores. Nesse caso, elas nunca devem ser usadas com gravatas com estampas. As gravatas lisas são as ideais para compor o traje.

Camisas com xadrez
Embora essa padronagem esteja na moda, não é adequada para uma situação mais formal. A camisa xadrez fica bonita quando acompanhada de um jeans ou de uma calça esportiva.
Faz saber que por este Cartório do Registro Civil estão se habilitando para casar:

Processo nº: 2081.
JAQUISON TOLEDO TALON & GISELLE DE
AMORIM MONTEIRO. Brasileiros, Solteiros,
residentes neste município. Ele, filho de DELMO
HESPANHOL TALON e de MARLENE TOLEDO
TALON. Ela, filha de MANOEL JACÓ
MONTEIRO e de GLADYS NERY DE AMORIM.

Processo nº: 2082.
UESLEI GOMES DE FIGUEIREDO & TATIANA
CAETANO DE FREITAS. Brasileiros, Solteiros,
residentes neste município. Ele, filho de JORGE
TARCISIO DE FIGUEIREDO e de EUNICE
GOMES DE FIGUEIREDO. Ela, filha de LEVI
PORTO DE FREITAS e de IARA CAETANO DE
FREITAS.

Processo nº: 2083.
LENILSON DOS SANTOS & SILMARA DE
SOUZA BARCELOS. Brasileiros, Solteiros,
residentes neste município. Ele, filho de VANILDA
DOS SANTOS ALVES. Ela, filha de PEDRO
UMBELINO E SOUZA e de SIRLENE MARIA DE
BARCELOS.

Processo nº: 2084.
JAKSON WANDEROSFHY RANGEL &
SILVANIA MACHADO GUIMARÃES. Brasileiros,
Solteiros, residentes neste município. Ele, filho de
GERVASIO RANGEL e de NEUZA ISABEL
WANDEROSFHY RANGEL (Falecida). Ela, filha de
MOYSES RIBEIRO GUIMARÃES (Falecido) e de
SANDRA BATISTA MACHADO.

Processo nº: 2085.
LUCIANO COUTINHO CABRAL & PÂMELA
MUNIZ GOMES. Brasileiros, residentes neste
município. Ele, Divorciado, filho de PAULO CESAR
PIRES CABRAL e de NADIA COUTINHO
CABRAL. Ela, filha de ALDENIR BARRETO
GOMES e de ELZA MUNIZ GOMES.

Processo nº: 2086.
JOÃO FABIANO RODRIGUES BARRETTO &
FLAVIA MOREIRA BARBOSA. Brasileiros,
Solteiros, residentes neste município. Ele, filho de
JOÃO GERALDO MOREIRA BARRETTO
(Falecido) e de TEREZINHA RODRIGUES
BARRETTO. Ela, filha de VALTER DE SOUZA
BARBOSA e de IOLANDA MOREIRA
BARBOSA.

Processo nº: 2087.
ADRIANO SILVA ANDRÉ & VALÉRIA
BERBEREIA MARMELLO. Brasileiros, Solteiros,
residentes neste município. Ele, filho de AMARO
JOSÉ ALVES ANDRÉ e de WILMA SILVA ANDRÉ
(Falecida). Ela, filha de ROBERTO DE SOUZA
MARMELLO e de ALBA FANY BERBEREIA
MARMELLO.

Processo nº: 2088.
JOSÉ ADEITON MENDES DE BARROS & ANA
DE CÁSSIA DA SILVA BELO. Brasileiros,
residentes neste município. Ele, Solteiro, filho de JOSÉ
OLAVO DE BARROS (Falecido) e de
LETICE MENDES DOS SANTOS BARROS. Ela,
filha de HELIO DA SILVA BELO (Falecido) e de
ELOISIA SILVA BELO.

Processo nº: 2089.
FELIPE NUNES DA COSTA & NAYANA
GABRIEL SILVA. Brasileiros, Solteiros, residentes
neste município. Ele, filho de SEBASTIÃO
MOREIRA DA COSTA & JUCELIA NUNES DA
COSTA. Ela, filha de PAULO CEZAR DA SILVA e
de MARILUCIA GABRIEL AMORIM.

Processo nº: 2090.
JOEL FRANCISCO FAGUNDES & MARTA
ADRIANA RODRIGUES. Brasileiros, Divorciados,
residentes neste município. Ele, filho de
DEOCACINO FRANCISCO FAGUNDES e de
FRANCISCA GALDINO FAGUNDES (Falecida).
Ela, filha de MARCOS ANTÔNIO RODRIGUES
(Falecido) e de IVA DA SILVA RODRIGUES.

Processo nº: 2091.
ALEXANDER FERREIRA GONÇALVES &
MICHELLE GONÇALVES DE CASTRO.
Brasileiros, Solteiros, residentes neste município. Ele,
filho de CID GONÇALVES e de SELMA
FERREIRA GONÇALVES. Ela, filha de JORGE
LUIZ DE CASTRO e de ANA LUCIA
GONÇALVES DE CASTRO.

Processo nº: 2092.
CARLOS ROBERTO DA CONCEIÇÃO &
MARIA ISABEL DA SILVA. Brasileiros, residentes
neste município. Ele, Viúvo, filho de ROSARIA
CONSTÂNCIO DA CONCEIÇÃO. Ela, Solteira,
filha de MANOEL ROMÃO DA SILVA (Falecido) e
de WELI CAMPANHÃO DA SILVA.

Processo nº: 2093.
JORGE MONTEIRO GOMES & TANIA VIEIRA
DE CARVALHO. Brasileiros, Solteiros, residentes
neste município. Ele, filho de MAURA MONTEIRO
GOMES (Falecida). Ela, filha de JOÃO VIEIRA DE
CARVALHO e de THEREZINHA DE CARVALHO
(Falecida).

Processo nº: 2094.
ERIVALDO CARNEIRO MACHADO &
CREONICE SOARES DE LIMA. Brasileiros,
Divorciados, residentes neste município. Ele, filho de
IZAIAS MENDES MACHADO e de LENIRA
CARNEIRO MACHADO. Ela, filha de JOSE
SOARES DE LIMA e de MARIA APARECIDA
DE CARVALHO LIMA (Falecidos).

Processo nº: 2095.
JOAQUIM MANUEL DOS SANTOS SAIOTE &
DORALICE SILVA DE OLIVEIRA. Solteiros,
residentes neste município. Ele, Português, filho de
FRANCISCO JOSÉ DOS SANTOS SAIOTE e de.
Ela, Brasileira, filha de JOSÉ BENHUR DE
OLIVEIRA (Falecido) e de DULCENÉA SILVA DE
OLIVEIRA.

Processo nº: 2096.
EDSON LUIS DO CARMO & HELENA DO
COUTO FAÇANHA. Brasileiros, residentes neste
município. Ele, filho de ANTONIO DO CARMO
(Falecido) e de MARIA LUIZA DE JESUS
CABRAL. Ela, Divorciada, filha de HAMILTON
MOREIRA FAÇANHA (Falecido) e de NILDA DO
COUTO FAÇANHA.

Processo nº: 2097.
ANTÔNIO MÁRIO RODRIGUES FAGUNDES &
PATRICIA BALDO. Brasileiros, Solteiros, residentes
neste município. Ele, filho de MELCHIADES
PEDROSO FAGUNDES e de MARIA DE
LOURDES RODRIGUES (Falecidos). Ela, filha de
NILO MARQUES BALDO e de MARLISE
BALDO.

Processo nº: 2098.
GELSON RODRIGUES & ELIETE FLORENTINA
DA ROCHA. Brasileiros, residentes neste município.
Ele, Solteiro, filho de NILTON RODRIGUES
(Falecido) e de GELSA FERREIRA RODRIGUES.
Ela, Divorciada, filha de LOURIVAL GOMES DA
ROCHA e de MARIA HELENA FLORENTINA DA
ROCHA (Falecidos).

Processo nº: 2099.
MAIKE RIBEIRO & TAUANA GOMES
COUTINHO. Brasileiros, Solteiros, residentes neste
município. Ele, filho de ALVINO ALTINO RIBEIRO
FILHO e de INÊS KEIKO RIBEIRO. Ela, filha de
JOÃO BATISTA FONTES COUTINHO e de EDNA
DA SILVA GOMES COUTINHO.

Quem souber de algum impedimento acuse-o na
forma da Lei.
Rio das Ostras, 02 de Setembro de 2009
Danny dos Santos Reis
Substituto

16 de ago de 2009

http://www.slide.com/r/eMjUYaY66D-C_cvLNeZFMj6gf-C4C43z?previous_view=mscd_embedded_url&view=original

10 de ago de 2009

A TPM (TENSÃO PRÉ-MENSTRUAL) e o CASAMENTO
Todos já ouviram falar na TPM – Tensão Pré-Menstrual e principalmente nesse período de preparação do casamento onde se exige tanto do casal: foto e filmagem, Buffet, decoração, convite, etc... Com isso o stress das tantas decisões a serem tomadas fazer com que em dias de TPM a noiva exploda.
Ao contrário do que muitos homens pensam. A TPM, não é “frescura de mulher”, é uma síndrome clínica definida como um conjunto de sintomas físicos e comportamentais que ocorrem na segunda metade do ciclo menstrual podendo ser tão severos que interfiram significativamente na vida da mulher, alterando o comportamento da mulher e que desaparece ou diminui durante a menstruação. O passo importante e inicial é a compreensão dos sintomas por parte da mulher e de SUS familiares, principalmente o marido.
A TPM é uma desordem neuropsicoendócrina com sintomas que afetam a mulher na esfera biológica, psicológica e social.
A tendência hoje é acreditar que a função fisiológica do ovário seja o gatilho que dispara os sintomas da síndrome alterando a atividade da serotonina (neurotransmissor) em nível de sistema nervoso central.
O tratamento depende da severidade dos sintomas e incluem modificações alimentares, comportamentais e tratamentos medicamentosos.

Os sintomas mais comuns incluem:
Por ordem de freqüência: DESCONFORTO ABDOMINAL, MASTALGIA CEFALÉIA, FADIGA, IRRITABILIDADE, TENSÃO, HUMOR DEPRIMIDO, HUMOR LÁBIL, AUMENTO DO APETITE, ESQUECIMENTO E DIFICULDADE DE CONCENTRAÇÃO, ACNE, HIPERSENSIBILIDADE AOS ESTÍMULOS, RAIVA, CHORO FÁCIL, CALORÕES, PALPITAÇÕES e TONTURAS.

- Irritabilidade (nervosismo),
- Ansiedade (alteração do humor com sentimentos de hostilidade e raiva),
- Depressão (com sensação de desvalia, distúrbio do sono, dificuldade de concentração)
- Cefaléia (dor de cabeça),
- Mastalgia (dor ou aumento da sensibilidade das mamas),
- Retenção de líquidos (inchaço ou dor nas pernas),
- Cansaço,
- Desejos por alguns alimentos como chocolates, doces e comidas salgadas.

Deve ser realizado um controle objetivo do ciclo menstrual (através de um diário) pelo período mínimo de dois ciclos. Devem ser excluídos outros transtornos como hiper ou hipotireoidismo, perimenopausa, enxaqueca, fadiga crônica, síndrome do intestino irritável ou exacerbação pré-menstrual de doenças psiquátricas; depressão, que pode se intensificar nesse período (magnificação pré- menstrual).
História, exame físico cuidadoso, avaliação endócrina ginecológica quando o ciclo menstrual é irregular, perfil bioquímico, hemograma e TSH para excluir condições médicas que podem apresentar sintomas que simulem uma TPM. Importante fazer o diagnóstico diferencial com a condição psiquiátrica: distúbio disfórico pré-menstrual.
O tratamento medicamentoso inclui o manejo específico de cada sintoma e deve ser individualizado. A maioria dos tratamentos medicamentosos propostos não se mostraram mais eficazes do que tratamentos placebo (progesterona, espironolactona, óleo de prímula e vitaminas B6 e E, ingestão de cálcio e magnésio). A fluoxetina, foi a única droga que mostrou eficácia, entretanto foi aprovada pelo FDA apenas para PMDD (Forma mais severa de TPM, com prevalência dos sintomas de raiva, irritabilidade e tensão). Na Europa esta droga não é aprovada na Europa para uso nem mesmo em PMDD.

Medidas preventivas são igualmente importantes e incluem:
- orientação: explicar que a TPM não é grave e que os sintomas podem variar a cada ciclo,
- modificações alimentares com diminuição da gordura, sal, açúcar e cafeína (café, chá, bebidas a base de colas),
- fracionamento das refeições,
- dieta com boas fontes de cálcio (leite e iogurte desnatado) e magnésio (espinafre), diminuição da ingestão de álcool,
- parar de fumar,
- fazer exercícios regulares (aeróbicos: 20 minutos 3 vezes por semana),
- manejar o estresse.

Porém para que a TPM seja considerada doença e, portanto , sujeita a tratamento, é importante que estes sintomas descritos acima de fato interfiram nas atividades habituais da mulher e que os mesmos ocorra.

Perguntas que você pode fazer ao seu médico:
1- O que eu sinto naqueles dias antes do período menstrual são "coisas da minha cabeça"?
Os sintomas desagradáveis que surgem antes da menstruação podem ser considerados uma doença?
2- Existe tratamento para a Síndrome de Tensão Pré-Menstrual?
3- Qual o critério para determinar a gravidade da TPM?
4- Quando a TPM é caracterizada como desordem disfórica pré-menstrual?
5- Quando é necessário acompanhamento psiquiátrico para TPM?
6- Fazer exercícios físicos e de relaxamento ajudam no tratamento da TPM?
7- Quais os alimentos mais indicados para estes dias?
8- Deve usar vitaminas ou suplementos alimentares para ajudar na melhora dos sintomas?
9- Devo suspender o uso de álcool e cigarros?

O mais importante é que os noivos tenham paciência, compreensão e calma.
Rod. Amaral Peixoto, KM 137, n.36 L01 - Cabo Frio
BRUNO ROBERTO DE OLIVEIRA RAMOS
Notário e Oficial Registrador
CARLOS GABRIEL LOPES B. PINHEIRO
Substituto
Edital de Casamento
(prazo de 15 dias)
FAZ SABER, que pretendem casar e apresentaram os
documentos exigidos pelo art. 1.525 do código civil:

Processo 1473
ADECILDO FLAUZINO DA SILVA e
MARIA ISABEL RODRIGUES ELIZIARIO,
brasileiros, residentes neste município. Ele, solteiro,
filho de Valdecy da Silva Coelho e Cilene Flauzino.
Ela, solteira, filha de Paulo Roberto Eliziario e
Cleide Rodrigues Eliziario.

Processo 1474
JAINITO FERNANDES RODRIGUES e
SILVANA AUGUSTO THOMAZ, brasileiros,
residentes neste município. Ele, solteiro, filho de
João Martins Rodrigues e Tereza Fernandes. Ela,
solteira, filha Jorge Augusto Thomaz e Eloisa das
Graças Silva Thomaz.

Processo 1475
WELLINGTON PEREIRA DE AMORIM e
BRUNA DOS SANTOS PIMENTA, brasileiros,
residentes neste município. Ele, solteiro, filho de
Cícero Pereira Damacena e Maria Francisca de
Amorim Damacena. Ela, solteira, filha Ricardo
Luis da Silva Pimenta e Márcia dos Santos
Mesquita Pimenta.

Processo 1476
JORGE PEDRO AGRELOS DOS SANTOS
e LUANA CORRÊA BOMFIM, brasileiros,
residentes neste município. Ele, viúvo, filho de
Mario Agrelo dos Santos e Norma de Jesus Santos.
Ela, solteira, Enock Ferreira Bomfim e Maria
Aparecida Corrêa Bomfim.

Processo 1477
MOISES GOMES DA SILVA e MARIA DE
NAZARETH SILVA DE SOUZA, brasileiros,
residentes neste município. Ele, solteiro, filho de
Jose Gomes da Silva e Maria da Gloria Macena
da Silva. Ela, solteira, Helio Rangel de Souza e
Joanita Silva de Souza.

Faz saber que por este Cartório do Registro Civil estão se habilitando para casar:

Processo nº: 2035.
JOSÉ MARINHO DA SILVA e FABIANA
SOARES SANTOS. Brasileiros, Solteiros, residentes
neste município. Ele, filho de ELPÍDIO MENDES
DA SILVA (Falecido) e de TEREZA MARINHO
DOS SANTOS. Ela, filha de GILSON SOARES
SANTOS (Falecido) e de ZEILMA MARIA ROSA
SANTOS.

Processo nº: 2036.
MARLON MALAQUIAS e ERICA DA SILVA
GARCIA. Brasileiros, Solteiros, residentes neste
município. Ele, filho de LAIR MALAQUIAS e de
RUTH OLIVEIRA MALAQUIAS. Ela, filha de
ERCULES CANDIDO GARCIA e de SONIA
MARIA DA SILVA GARCIA (Falecida).

Processo nº: 2037.
ANDERSON MONTEIRO MOREIRA e
LILIANE DA SILVA. Brasileiros, Solteiros,
residentes neste município. Ele, filho de MILTON
CARLOS COELHO MOREIRA e de THEREZA
CHRISTINA DA SILVA MONTEIRO (Falecida).
Ela, filha de JOSÉ ANTONIO DA SILVA e de
MARIA DAS GRAÇAS DA SILVA.

Processo nº: 2038.
CLÉBER GOMES DA CONCEIÇÃO e
ROSIMERE DA SILVA PERES. Brasileiros,
Solteiros, residentes neste município. Ele, filho de
CLÁUDIO CRIZANTO DA CONCEIÇÃO
(Falecido) e de IRACEMA GOMES DA
CONCEIÇÃO. Ela, filha de FRANCISCO PERES
e de MARIA RITA DA SILVA PERES.

Processo nº: 2039.
ROBSON RODRIGO DA SILVA LOURENÇO
e QUEILA DE OLIVEIRA ARAUJO. Brasileiros,
Solteiros, residentes neste município. Ele, filho de
ANTONIO LUIZ LOURENÇO (Falecido) e de
TEREZA RODRIGUES DA SILVA (Falecida). Ela,
filha de NAEL LUIZ DE ARAUJO e de
BENEDITA DE OLIVEIRA ARAUJO.

Processo nº: 2040.
JOÃO PAULO VASCONCELOS DA ROCHA
e AMANDA RAMOS DE SOUZA. Brasileiros,
Solteiros, residentes neste município. Ele, filho de
PAULO ROBERTO BARCELOS DA ROCHA e de
CLAUDIA MARCIA VASCONCELOS DA
ROCHA. Ela, filha de MANOEL SAMPAIO
GOMES DE SOUZA e de MARIA DA GRAÇA
RAMOS DE SOUZA.

Processo nº: 2041.
FABRICIO XIMENES MESQUITA e PATRICIA
IRENE TELES. Brasileiros, Solteiros, residentes neste
município. Ele, filho de MANOEL HENRIQUE DE
MESQUITA e de MARIA IZALI XIMENES
FURTADO MESQUITA. Ela, filha de MIGUEL
IRENE TELES NÉTO e de CARMELITA ROSA
IRENE TELES.

Processo nº: 2042.
MAX RODRIGUES DO NASCIMENTO e
PRISCYLLA DE LIMA CARVALHO. Brasileiros,
Solteiros, residentes neste município. Ele, filho de
MANOEL RODRIGUES DO NASCIMENTO
(Falecido) e de MARIA OLINDA DE JESUS. Ela,
filha de SEBASTIÃO FERREIRA DE CARVALHO
e de RISOLANIA DE LIMA CARVALHO.

Processo nº: 2043.
WILLIANS RIBEIRO MESCOLIN e SHIRLEY
MARA DA SILVA NEVES. Brasileiros, Divorciados,
residentes neste município. Ele, filho de FRANCISCO
DUARTE MESCOLIN e de ERLEM RIBEIRO
MESCOLIN. Ela, filha de CILAS BARRETO
NEVES e de MARIA DE LOURDES DA SILVA.

Processo nº: 2044.
ALVARO BATIAKA LIMA SALLES e
LUCINÉA DE SOUZA VICENTE. Brasileiros,
Solteiros, residentes neste município. Ele, filho de
ALVARO DE LIMA SALLES e de JURACY
CORREA SALLES. Ela, filha de GEORGINA DE
SOUZA.

Quem souber de algum impedimento acuse-o na
forma da Lei.
Rio das Ostras, 03 de Agosto de 2009
Danny dos Santos Reis
Substituto

7 de ago de 2009

Receita de Mulher por Millôr Fernandes

Uma compilação bem escolhida por um homem sensivel e grande comunicador.
Que essas visões masculinas inspirem as mulheres, sabendo como os homens as enxergam melhor.(*)

Os olhos sejam de preferência grandesE de rotação pelo menos tão lenta quantoA da terra. (Vinícius de Moraes)

O seu semblante, redondoSobrancelhas arqueadasNegros e finos cabelosCarnes de neve formadas. (Thomaz Antônio Gonzaga)

Simpáticas feições, cintura breve,Graciosa postura, porte airoso, Uma fita, uma flor entre os cabelos. (Gonçalves Dias)

Verde carne, tranças verdes. (Garcia Lorca)

Lábios rubros de encanto Somente para o beijo. (Junqueira Freire)

A sua língua, pétala de chama. (Cândido Guerreiro)

Nos lobos das orelhasPingentes de prata. (Gonçalves Crespo)

Mão branca, mão macia, suave e cetinosaCom unhas cor de aurora e luz do meio diaNas hastes cor-de-rosa. (Luiz Delfino)

Os braços frouxos, palpitante o seio. (Casimiro de Abreu)

O dorso aveludado, elétrico, felinoPorejando um vapor aromático e fino. (Castro Alves)

Seu corpo tenha a embriagues dos vícios. (Cruz e Souza)

Com mil fragrâncias sutisFervendo em suas veiasDerramando no ar uma preguiça morna. (Teófilo Dias)

Nádegas é importantíssimoGravíssimo porém é o problema das saboneteirasUma mulher sem saboneteiras É como um rio sem pontes. (Vinícius de Moraes)

As curvas juvenis Frescas de ondulações de forma florescenteImprimindo nas roupas um contorno eloqüente. (Álvares de Azevedo)

Qualquer coisa que venha de ânsias ainda incertasComo uma ave que acorda e, inda mal acordada,Move, numa tonteira, as asas entreabertas. (Amadeu Amaral)

De longe, como MondriansEm reproduções de revistasEla só mostre a indiferente Perfeição da geometria. (João Cabral de M. Neto)

Que no verão seja assaltada por uma Remota vontade de miar. (Rubem Braga)

A graça da raça espanholaA chispa do Touro MiuraTudo que um homem namora Tudo que um homem procura. (Paulo Gomide)

E todo o conjunto deve exprimir a inquietação e espera.
Espera, eu disse? Então vou indo, que senão, me atraso!

(*) - Vinícius que me perdoe plagiá-lo. Mas beleza é fundamental.
Matéria enviada por A. Casanova

Gripe Suína - Sintomas, Contágio, Prevenção no Brasil


A Gripe Suina é uma doença que tem como conseqüência uma variante do vírus H1N1, a transmissão e a apresentação dos sintomas da gripe suina pode ocorrer através do contato com o animal e objetos contaminados. Sendo que surgiu uma nova variante, que pode ser disseminada entre humanos e esta causando uma epidemia no México. Desde o seu surgimento, a gripe já fez até agora 149 vítimas, e sob suspeita da doença o número é de 1600 pessoas, a organização de saúde Mundial, declarou que a doença já esta sendo uma emergência na saúde pública internacional.
A gripe suina tem seu contágio através das vias aéreas, como a gripe comum, com contato diretamente ou indiretamente, por meio das mãos com objetos contaminados, o vírus também se espalha, inclusive pelo próprio ar ambiente. A contaminação pela carne suína, esta descartada, desde que se cozinha a mesma à 71 graus Celsius, eles afirmam que o vírus não sobrevive.


Sintomas da Gripe Suína
Os sintomas são muito parecidos com a gripe comum, estão incluídos: febre alta, cansaço, dores musculares, tosse, fadiga, surgiram pessoas com vômitos e diarréias. Para os porcos já existem vacinas, mas para os seres humanos ainda não temos nada, e pode levar uns 6 meses para que isso ocorra.
O medicamento oseltamivir segundo a OMS, mostrou eficiência nos primeiros testes contra o vírus H1N1, mas não se pode afirmar totalmente ainda tal efeito. O que podemos fazer é sempre estar lavando as mãos, mesmo porque temos que evitar as gripes comuns, que também pode trazer consequências.
O governo deve ser rigoroso nos vôos vindo do exterior, certificando que nenhum passageiro, esteja contaminado, pois mesmo que os sintomas da gripe, não esteja aparente, temos que estar alerta por um período, pois algumas delas vieram de paises que já estão contaminados. Ter a lista de passageiros desse período, e verificar se após alguns dias no nosso país, nenhum deles esteja apresentando algum sintoma, é sempre bom estar em alerta e conscientizar a todos.


O que é a doença Gripe A?
Chamada popularmente de gripe suína, trata-se de uma doença respiratória que surgiu entre os porcos, provocada por um vírus influenza do tipo A, que ataca aves, suínos e humanos. Esses vírus têm alto poder de mutação e contaminação. Por isso, é mais letal que o da gripe comum
Contágio da Gripe Suina
Esse vírus pode passar, por proximidade, dos porcos para os seres humanos. Pela tosse ou pelo espirro de pacientes infectados, a gripe pode ser transmitida entre as pessoas. Não há contaminação ao comer a carne de porco cozida (a 70°) porque os vírus da gripe suína são destruídos a essa temperatura.


OBS: Ao facilitar a transmissão do vírus da Gripe Suína, indivíduos podem favorecer que ele se torne mais agressivo, expondo toda a população a uma forma mais grave da doença” diz o infectologista Artur Timerman.
Sendo assim ,previna-se lavando as mãos pelo menos 10 vezes por dia, principalmente quando sair, ou tiver contato com pessoas que sairam, essas também tem que lavar suas mãos.
Sintomas complemento da gripe
Os sinais são semelhantes aos da gripe comum, porém, mais agudos e incluem febre acima de 38°, moleza, falta de apetite e tosse. Coriza clara, garganta seca, náusea, vômito e diarréia também podem acontecer; assim como, dores de cabeça, irritação nos olhos e dor muscular e articular.


Fazer o diagnóstico
Só se consegue a certeza isolando-se o vírus influenza tipo A, analisando amostras respiratórias dos pacientes, nos primeiros 4 a 5 dias ou até 10 dias em crianças.

Reportagem sobre a Gripe Suína
A informação nesses momentos é um fator determinante para combater a mesma:
Confira os locais de foco:


Confira o mapa da Gripe Suína no Mundo atualizado diretamente pelo Google Maps. View H1N1 Swine Flu in a larger map Em contato pelos comentários do blog recebi tal mensagem, O texto do link indicado está realmente bastante esclarecedor em relação a gripe, vale a visita no site do Ministério da Saúde.
O Ministério da Saúde conta com uma página exclusiva (link) na qual você encontrará respostas para todas as suas dúvidas a respeito da gripe suína. Além disso, você pode buscar mais informações no Disk Saúde 0800 61 1997. O Brasil está preparado para enfrentar os casos suspeitos e manterá a população bem informada! Assessoria de Comunicação. Ministério da Saúde.

Gripe Suína no Brasil
Foi anunciado pelo ministro da Saúde, José Gomes, confirmou nesta noite, quarta-feira (7) que existem 4 casos da gripe suina no Brasil. São os primeiros registros da gripe no país. Os quatro brasileiros com a gripe, são jovens adultos, que teriam contraído a doença no exterior. Duas pessoas são de São Paulo, um no Rio de Janeiro e outro em Minas Gerais. Três casos são de pessoas que estiveram no México; e outro esteve recentimente nos Estados Unidos. Sobre o uso de máscaras após a confirmação dos casos no Brasil, o ministro comentou que não existe a necessidade, pois o vírus não está circulando. Nem todos que usam máscaras na rua, estão tentando se previnir do vírus, mas pode ter realizado algum cirurgia delicada, como um transplante ou fazem tratamentos que abaixam sua imunidade.
O Brasil está preparado para tratar até 12,5 mil pacientes, e pode produzir medicamentos para o tratamento de até 9 milhões caso exista a necessidade. Nesta sexta-feira, o ministro da Saúde, confirmou dois novos casos da gripe suína no Brasil. Os novos pacientes são de Santa Catarina e Rio de Janeiro. O anuncio dos novos casos foi realizado em um coletiva, do Núcleo Estadual do Ministério da Saúde, no Rio de Janeiro. update: No Brasil são 8 casos confirmados até o momento e 22 número de casos suspeitos da nova gripe. Estados Brasileiros com casos suspeitos: Rondônia , Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Distrito Federal, Alagoas, Pernambuco, Goiás, São Paulo, Ceará, Pará e Piauí.

Vacina da Gripe Suina A - A cepa foi entregue neste sabádo dia 16/05 a cepa do vírus H1N1 à Organização Mundial da Saúde (OMS) e também os dados estatísticos e clínicos: como o vírus age no organismo dos pacientes; os primeiros sintomas; as internações; os óbitos e locais onde os casos foram registrados;
Até hoje, a vacina contra gripe suína só existe para os porcos e com o vírus sem mutação. Não há comprovação de que as vacinas atuais de gripe ofereçam proteção contra a gripe suína. Pela evolução do risco, acredita-se que em 4 ou 5 meses uma vacina específica será elaborada.
Tratamento da Gripe Suína - Algumas drogas antivirais estão sendo usadas na prevenção e tratamento da doença, tentando impedir a replicação do vírus dentro do corpo humano. O resultado é a diminuição da agressividade da infecção com a terapia. Para maior eficácia, é necessário começar sua utilização nos dois primeiros dias de sintomas. Por outro lado, o uso indiscriminado desses remédios pode induzir a mais mutações e a efeitos colaterais com riscos desnecessários.
Esses dados e as cepas do vírus, vão auxiliar na criação de uma vacina, que posteriormente vai estar disponível a todos os países. A OMS desenvolvendo essa vacina contra gripe suína, posteriormente a disponíbilizará a todos os países.

Informações sobre a Gripe Suína
Agosto de 2009 - Últimas Recomendações do Ministro da Saúde, ao iniciar as aulas nesse segundo semestre, caso seu filho ou o estudante estiver com sintomas de gripe, a princípio não deve ir á escola, como medida preventiva. Mas sempre procure orientação médica, pois só assim terá um diagnóstico correto.
Para conter essa contaminação, evite lugares com muitas pessoas e fechados, higiênize sempre as mãos, caso esteja gripado evite ficar saindo de casa, use máscara para ir ao médico ou posto de sáude para saber se é uma gripe comum ou a do vírus da gripe suína.

6 de ago de 2009

História do Vestido de Noiva
Noiva Grega
Matrimônio é o acontecimento que une um homem e uma mulher através do sagrado laço do casamento que, por sua vez, é uma instituição reconhecida pelo estado através de uma cerimônia civil e, pela igreja, numa cerimônia religiosa. Mais do que uma cerimônia cívica e religiosa, é um acontecimento social, em que duas famílias se unem pela a entrega de seus filhos a uma união matrimonial.
A transformação do jovem casal em um casal de esposos tem uma longa trajetória na historia da humanidade. O objetivo deste estudo é resgatar a evolução desta trajetória através de seu símbolo maior que é o Vestido de Noiva.
Diferente de outro traje social de luxo preparado para ocasiões especiais, este tem um significado relevante para a cultura ocidental. Mais do que uma veste nupcial, o vestido de noiva, resgata pedaços da cultura, da religiosidade e da história da humanidade. Seus tecidos, volumes e complemento, simbolizam a magia que envolve a união dos cônjuges e demonstram a profundidade do conceito de Amor para as culturas do ocidente.
As primeiras informações que nos chegam sobre cerimônias matrimoniais são as bíblicas, onde os cônjuges, para serem expostos publicamente em cerimônia religiosa, eram preparados por suas famílias com banhos especiais e com o uso em suas peles de óleos aromáticos. A cerimônia religiosa tinha por objetivo pedir as bênçãos divinas para a nova união e se dava pela determinação das famílias, visando a continuidade da ética comunitária e a manutenção dos limites territoriais.
Nos relatos bíblicos, se as famílias eram abastadas, após as bênçãos se seguia um festejo público. O mais significativo destes relatos é conhecido como “As Bodas de Canaã”, descrito no Evangelho.
Temos também informações sobre o casamento entre o povo grego, em que os pares eram formados ao gosto dos pais quando as crianças completavam sete anos. A cerimônia se realizava quando o rapaz completava treze anos e deixava a casa materna. Esta data em geral coincidia com a primeira menstruação da noiva, que costumava se mais velha que o rapaz. Entre eles, era comum após a consumação do casamento, o jovem marido partir para a guerra e de lá só voltar três anos depois para gerar nova leva de guerreiros.
Quanto aos romanos, é célebre a história do rapto das sabinas como o casamento que deu origem a este povo. O rapto, como forma de casamento, era um costume bárbaro, servia para demonstrar a virilidade do marido e a subserviência da esposa como valorização da disposição física do esposo. A esposa, a partir de então, passava a considerá-lo como seu amo e senhor. Este costume se manteve na Europa até a sua total cristianização, que se deu durante a Idade Média.

Noiva romana
Entre os romanos civilizados a cerimônia de casamento era diferenciada das outras cerimônias civis através do traje, que era preparado unicamente para esta ocasião, quando a noiva vestia uma túnica branca e se envolvia com um véu de linho muito fino de cor púrpura. Este véu tinha o nome de FLAMMEUM. Nesta ocasião, a jovem arrumava o cabelo com tranças e ornava com uma coroa de flores de verbena. As flores, num casamento, sempre foram sinônimo de fertilidade.
Com a queda do Império Romano, as atenções culturais do ocidente passaram a ter como referência o padrão de elegância proposto pela corte bizantina. Lá, as noivas se casavam vestidas de seda vermelha bordada em ouro e traziam no cabelo tranças feitas com fios dourados, pedras preciosas e flores perfumadas.
Durante a Idade Média, a cristianização do ocidente trouxe novos costumes matrimonias. A coroação de Carlos Magno, no ano 800 d.C tornou o casamento um sacramento religioso, com forte carga social e simbólica, carga esta, que em grande parte perdura até os nossos dias.
Neste momento, a união dos cônjuges passou a se dar através de uma cerimônia religiosa que sacramentava a união de duas famílias e de seus patrimônios. O casamento então, teve como função garantir as fronteira dos novos reinos e reconstruir os territórios nacionais destruídos pela longa invasão bárbara à qual a Europa estivera submetida desde a queda do Império Romano, e também pelo abandono deste território devido às cruzadas.
O vestido de noiva surgiu neste período com a função específica de apresentar para a comunidade as posses da família da moça. Sua simbologia era a do poder e sua função era social.
A noiva era apresentada com um vestido vermelho ricamente bordado e sobre a cabeça um véu branco bordado com fios dourados. O vermelho representava a capacidade da noiva de gerar sangue novo e continuar a estirpe. O véu branco falava da sua castidade.
Ao noivo, bastava que desse à noiva um cavalo branco para que pudesse segui-lo. Para muitas famílias, o sucesso no casamento dos filhos era uma questão de sobrevivência que implicava numa boa partilha entre terras, animais e servos para trabalhar a terra.
À noiva, além dos dotes patrimoniais, cabia levar tecidos para vestir a família e a casa que ia constituir além de jóias, que poderiam ser vendidas ou trocadas para o custeio do cultivo da terra. Os noivos, em geral, tinham ambos por volta de quatorze anos e no dia das núpcias a noiva deveria se apresentar com todas as jóias sobre o seu corpo e cabelo.
Este acervo era composto de broches, tiaras, braceletes, vários colares e muitos anéis, podendo ser vários em cada dedo. O casamento cristão, que teve início na Idade Média, era uma cerimônia pública e acontecia na igreja por ser este o espaço mais público desta cultura. A tradição da cerimônia religiosa de casamento, que vivemos hoje, tem aí sua origem.

Noiva Burguesa
Quanto à união dos cônjuges das famílias humildes deste período, se dava como festejo popular, no centro da comunidade, num domingo de santo. Geralmente Santo Antônio era o que abençoava e protegia estas uniões sem dote, porém, de grande importância para a fertilização dos campos e lavoura. A celebração do casamento popular se dava em maio, em geral no início da colheita e representava a fertilidade da terra e a abundância na casa do homem do campo. Noiva Burguesa (Casal Arnolfini)
É importante mostrar o surgimento da instituição matrimonial entre os burgueses (um burgo designa geralmente uma cidade comercial, que se desenvolvia fora das muralhas do núcleo urbano primitivo). Estes homens da cidade também uniam suas famílias para conservação de patrimônio, mas representavam esta união através do símbolo da fertilidade que era a cor verde, como o verde do horto das oliveiras, onde Cristo passou sua última noite.
A noiva burguesa, habitante do burgo e filha do mercador, do banqueiro e do comerciante, era mostrada com ventre saliente, demonstrando a sua capacidade para procriar. Esta união está bem demonstrado na pintura de Jan Van Eyck, em 1434: O casamento do casal Arnolfini.
Neste período a noção de Amor não era agregada à de casamento e raramente os noivos já haviam se visto antes da cerimônia. Apesar desta circunstância, a noção de Amor Esponsal que envolve o casal em relações afetivas e de afinidades sexuais tal como conhecemos hoje, nasce neste momento através do fenômeno conhecido como Amor Cortês. Caso houvesse um amor desta qualidade, que precedesse à união e coincidisse com a escolha familiar, os noivos eram considerados como particularmente agraciados por Deus e à esta graça, o noivo deveria ser eternamente grato.
No Renascimento, com a ascensão da burguesia mercantil, a apresentação da noiva se tornou mais luxuosa. A jovem esposa era apresentada em veludo e brocado, ostentando o brasão de sua família e as cores do herdeiro ao qual sua casa estava se filiando.
O uso da tiara passou a ser um adereço obrigatório e temos nela a ancestral da nossa grinalda. O uso dos anéis era de grande importância e representavam a possibilidade de uma dama viver sem precisar trabalhar na lida com as coisas da casa. As Mãos brancas da noiva e os dedos cheios de anel demonstravam a competência do marido para prover sua esposa sem necessitar da ajuda dela em qualquer tarefa doméstica. Este fato remetia à posse de um grande número de servos, sendo que cinco damas era o número adequado para bem cuidar de uma jovem esposa e suas necessidades pessoais, tais como o asseio, o vestir e o trato dos cabelos.
No final do Renascimento, o código de elegância barroca foi determinado pelas cortes católicas de Espanha onde se estabeleceu o preto como a cor correta a ser usada publicamente como demonstração da índole religiosa de qualquer pessoa. Esta cor era aceita como adequada também para os vestidos de noiva, embora tenha sido neste momento que surgiu o vestido de noiva branco como novo padrão de elegância.
A primeira noiva a se vestir de branco foi Maria de Médici ao se casar com Henrique IV, herdeiro da coroa francesa. Maria, princesa italiana, mesmo sendo católica não comungava da estética religiosa espanhola, e assim, se mostrou em brocado branco como prova da exuberância das cortes italianas. O vestido trazia um decote quadrado com o colo à mostra, o que causou grande escândalo perante o clero.
Michelangelo Buonarote, o grande artista do Renascimento, comentou este traje como uma rica veste branca, ornada em ouro, que mostrava o candor virginal da noiva, então com quatorze anos.
Neste período, o matrimônio popular acontecia em praça pública, onde as noivas seguiam um cortejo pela praça, levadas pelo ancião do vilarejo. O traje era simples e pobre e o valor da cerimônia estava na comemoração popular. Fosse uma noiva de poucos recursos, uma filha da aristocracia, ou a filha do burguês, tinha sempre que ostentar nesta cerimônia o que de melhor sua família podia oferecer, sendo que era comum a noiva sem posses alugar um vestido especial para o evento.No enxoval, qualquer noiva deveria levar consigo, ao menos, três vestido, um que pudesse usar em outras cerimônias iguais, um para os domingos e um mais simples para as tarefas do dia. Noiva Rococó (Vestido de Maria Antonieta)
No período Rococó, as noivas se casavam vestidas com tecidos brilhantes, bordados com pedrarias, com babados de renda nas mangas e decotes e as cores preferidas eram as florais apasteladas, sendo que as mais comuns eram a Lilás, a cor de Pêssego e o verde Malva. Este hábito era seguido tanto pelas jovens da aristocracia, como pelas noivas pobres.
Na cabeça, era elegante usar uma peruca conhecida como Pouf de Sentimento, onde era colocado um cupido, o retrato do noivo, frutas e verduras que representavam a abundância para o novo lar.
A Revolução Francesa aboliu o padrão de elegância luxuoso, próprio da aristocracia de terra, que existia desde a Idade Média e o substituiu por um padrão mais discreto, puritano e burguês de origem inglês. Este padrão valorizou a pureza de caráter como a maior qualidade da noiva, projetou sobre ela a cor branca como símbolo da sua inocência virginal. Acrescentou-se a este traje um véu branco e transparente como símbolo da sua castidade, preso à cabeça por uma guirlanda de flores de cera representando esta sua qualidade como condição natural de toda jovem de família. Neste momento é introduzido o uso do linho, da lã e de tecidos opacos como adequados para o vestido de noiva.
Josephine BonaparteO governo de Napoleão também comungou deste ideal de simplicidade feminina, divulgando o estilo Império como um retorno à simplicidade da mulher grega. Napoleão decretou como idade legal para o casamento dezoito anos para as moças e vinte e um para os rapazes. O decreto teve origem na necessidade de manter os jovens de menor idade nas fileiras de seus exércitos. Foi a partir de então que se tornou obrigatória à celebração da cerimônia civil do matrimônio, quando todos os casamentos deveriam ser registrados em cartório público. Josefina, esposa de Napoleão, foi a grande divulgadora da moda Império e, a partir de então, as noivas passaram a ter o branco como a sua cor símbolo definitiva.A partir da Revolução Francesa, o traje nupcial passou a ser branco e as variações que têm se dado, têm sido na esfera dos volumes, que variam de acordo com as modas correntes, sendo que o traje nupcial continua a obedecer à função de ser o mais luxuoso que uma moça usa, antes de se tornar uma senhora casada.
Vestido de Noiva de Lady Diana SpencerA noiva do Romantismo teve seu modelo na Rainha Vitória, que se casou em 1840, com um vestido reinterpretado neste século pela Lady Diana Spencer, ao se casar com o príncipe Charles, atual herdeiro da coroa inglesa.
Em 1854, o papa Pio IX proclamou que as noivas deveriam demonstrar através do traje branco a Imaculada Concepção assim como Maria a Imaculada. Esta fala papal estabeleceu para a noiva do Romantismo um padrão católico que se estende até os nossos dias no imaginário popular delegando à virgindade um papel primordial para a qualidade da noiva.Esta noiva agregou à sua veste um adereço de mão que podia ser um terço ou um pequeno livro de orações porque, além de casta ela devia ser também religiosa. A partir da segunda metade do século XIX, o Iluminismo transferiu para o branco a idéia de luz e de abundância, o branco como claridade e como a soma de todas as cores. O branco continuou a representar a pureza e a castidade, sendo agregada ao traje a for de laranjeira como símbolo de fertilidade.
A noiva do estilo Liberty era uma flor, pura como um lírio, nobre como uma rosa ou delicada como uma margarida, sendo que a orquídea era tida como a flor que representava a paixão, a força do coração e era usada como prova de amor da noiva pelo jovem marido. O relicário de mão foi substituído por um buquê de flores naturais colhidas no dia da cerimônia.
A noiva modelo deste estilo foi Sissi, a princesa que se casou em 1854, com Francisco José, o imperador da Baviera. Sissi, a Imperatriz, se casou usando um buquê de rosas naturais e representou a noiva de crinolina.
Vestido de Noiva de Grace Kelly, Princesa de MonacoO século XX estabelece um cerimonial novo para o matrimônio que se estende por todas as classes sociais idade legal no início do século era dezoito anos para a noiva e vinte e cinco anos para o noivo, sendo que dois dias antes da cerimônia religiosa o casal se casava no cartório da vila em traje de passeio. Após a cerimônia civil a noiva recebia em sua casa os familiares e amigos para um refresco e para exibir os presentes recebidos pelas bodas. Na noite anterior à cerimônia religiosa o pai do noivo enviava a courbeille nupcial acompanhada de uma jóia da sua família. À noiva que ultrapassava vinte e cinco anos era vetado o uso do véu,e desaconselhado o uso do vestido branco juntamente com a jóia familiar e qualquer pompa cerimonial.
No século XX o traje nupcial acompanhou toda a evolução da moda, acompanhando o sistema de alta costura que vestiu todas as princesas do século e foi divulgado pelas revistas e figurinos de moda e posteriormente pelo cinema e pela televisão.
Na década de 60 a moda foi tomada pelo sistema de prêt-à-porter, pela mini-saia e pelo vestido tubo. Neste momento, o vestido de noiva pode ser comprado pronto, nas versões mini e tubo. O modelo mais conhecido deste sistema foi o vestido do segundo casamento de Brigite Bardot, um vestido curto feito em tecido de algodão, xadrez cor de rosa e branco, demonstrando uma noiva campestre e natural. Neste período o rigor cerimonial caiu, mas a carga simbólica não diminuiu, apenas o tema mudou, diferente da representação patrimonial das famílias, a noiva dos anos 60 mostrou o desejo de viver uma relação matrimonial sustentada no afeto e no desejo amoroso que pode unir um homem a uma mulher como parceiros de um ideal Hippie ou Beat de vida.
A recuperação da força da cerimônia matrimonial como a realização do sonho da moça que encontra seu príncipe encantado, se deu nos anos 80 com o casamento de Lady Diana Spencer com o Príncipe de Gales, futuro rei da Inglaterra em 1981. O traje desta cerimônia mostrou a tradição de elegância da realeza da casa de Windsor representado na releitura do vestido da Rainha Vitória e no uso do diadema real como símbolo medieval do patrimônio das famílias, na a estrutura do vestido da Sissi, a imperatriz romântica, com o modelo da Branca de Neve como a donzela pura e nobre que encontra seu príncipe encantado.
O matrimônio como instituição renasceu na década de 90 e da revolução que transformou costumes durante a década de 60 herdou o direito de acrescentar às suas intenções o desejo de sucesso amoroso para ambas as partes.O matrimônio renasceu, assim como sua história. Se o vestido da noiva nasce como símbolo do patrimônio das famílias, da fertilidade da esposa e da paixão entre o casal, hoje estes símbolos estão sendo resgatados e projetados para o século XXI.Os atuais vestidos de noiva têm sido apresentados nas cores da paixão, da pureza e adornados de múltiplas flores remetendo a todo tipo de fertilidade amorosa. Mais do que nunca, estes vestidos têm sido apresentado com tecidos luxuosos, brilhantes e bordados e sua alta carga simbólica continua a representar o papel da mulher dentro da instituição do casamento, hoje vista não como representação do patrimônio familiar paterno, mas como uma parceira à altura das competências do marido como provedor.
Faz saber que por este Cartório do Registro Civil estão se habilitando para casar:

Processo nº 2011.
CRISTIANO GONZAGA DE SOUZA e VIRGÍNIA HELENA MARTINS
BARRETO. Brasileiros, Solteiros, residentes neste município. Ele, filho de
SIDNEI LOPES DE SOUZA (Falecido) e de MARIA GONZAGA DE SOUZA. Ela,
filha de CARLOS OTAVIO DOS SANTOS BARRETO e de SILVANIA TERRA
MARTINS BARRETO.

Processo nº: 2012.
WASHINGTON CARNEIRO DA SILVA e CHAYANI MARTINS MELLO.
Brasileiros, Solteiros, residentes neste município. Ele, filho de CARLOS
ALBERTO PEREIRA DA SILVA (Falecido) e de SUELI CARNEIRO DE SOUZA.
Ela, filha de EVERALDO DA CONCEIÇÃO MELLO e de ALCIMÁRIA SILVA
MARTINS.

Processo nº: 2013.
JOSÉ ODAIR DOS SANTOS MORAIS e ANGELA MARIA BATISTA DA
SILVA. Brasileiros, Solteiros, residentes neste município. Ele, filho de FRANCISCO
DE ASSIS DOS SANTOS MORAIS e de SEVERINA AVELINA DOS
SANTOS MORAIS. Ela, filha de PEDRO JOÃO DA SILVA (Falecido) e de
ISAURINA BATISTA DA SILVA (Falecida).

Processo nº: 2014.
MÁRCIO GOMES DE MOURA e CAROLINA RANGEL GUIMARÃES.
Brasileiros, Solteiros, residentes neste município. Ele, filho de VICENTE
ALVES DE MOURA e de MARLENE FERREIRA GOMES. Ela, filha de MANOEL
ELIAS GUIMARÃES e de SANDRA RANGEL.

Processo nº: 2015.
FÁBIO DE PAULA SOUZA e MICHELLY QUEIROZ CORREIA. Brasileiros,
Solteiros, residentes neste município. Ele, filho de ADONIAS CEZARIO DE
SOUZA e de SANDRA MARIA DE PAULA SOUZA. Ela, filha de JADSON JOSÉ
FERNANDES CORREIA e de IÊDA MARIA DE QUEIROZ CORREA.

Processo nº: 2016.
JOEL VIANA MACHADO e DENISE RIBEIRO DE OLIVEIRA. Brasileiros,
residentes neste município. Ele, Solteiro, filho de JOEL PORFIRIO MACHADO
e de CIDEJA VIANA MACHADO. Ela, Divorciada, filha de GERALDO DE
OLIVEIRA NOLASCO e de MARIA ELENA RIBEIRO DE OLIVEIRA.

Processo nº: 2017.
JOSÉ ANTONIO BARBOSA DA SILVA JUNIOR e DRIELLE FREIRE DOS
SANTOS. Brasileiros, Solteiros, residentes neste município. Ele, filho de JOSÉ
ANTONIO BARBOSA DA SILVA e de MARILENE DE MELO DA SILVA. Ela, filha
de AURENICE FREIRE DOS SANTOS.

Processo nº: 2018.
JOSÉ ANTONIO FARIAS DA CRUZ e MARLI ALVES GIACOMETI.
Brasileiros, Divorciados, residentes neste município. Ele, filho de CLEMENTE
FARIAS DA CRUZ (Falecido) e de JOSEFINA DE NOVAES (Falecida). Ela,
filha de VITORINO MARIA GIACOMETI (Falecido) e de NADIR ALVES
GIACOMETI.

Processo nº: 2019.
THIAGO SOUZA SILVA e VERÔNICA DA SILVA. Brasileiros, Solteiros,
residentes neste município. Ele, filho de JOSÉ ANTONIO DA SILVA e de ANGELA
MARIA SOUZA SILVA. Ela, filha de MARIA BERNARDO DA SILVA.

Processo nº: 2020.
FERNANDO RODRIGUES DE ALMEIDA e ÉRICA DA SILVA SARDINHA.
Brasileiros, Solteiros, residentes neste município. Ele, filho de CARLOS
ALBERTO FERREIRA DE ALMEIDA e de MARLI RODRIGUES DE ALMEIDA.
Ela, filha de FABIO DO NASCIMENTO SARDINHA e de IVONETE DA SILVA
SARDINHA.

Processo nº: 2021.
FERNANDO MORAES DE SOUZA FREITAS e VERÔNICA DE
FREITAS OLIVEIRA. Brasileiros, Solteiros, residentes neste município.
Ele, filho de NICODEMOS ARAUJO DE FREITAS e de VALNETE MORAES
DE SOUZA FREITAS . Ela, filha de ELINALDO DAMIÃO DE OLIVEIRA e de
MARCIA AUGUSTA DE FREITAS OLIVEIRA.

Processo nº: 2022.
JOCELIO DE SOUZA CELESTINO e ALESSANDRA MARIA
FERREIRA DOS SANTOS. Brasileiros, residentes neste município. Ele,
Divorciado, filho de JOSÉ MARTINS CELESTINO e de DEBORA
CARNEIRO DE SOUZA. Ela, Solteira, filha de ERNESTO JOSÉ DOS
SANTOS e de ALICE FERREIRA DA SILVA.

Processo nº: 2023.
GUSTAVO REIS DE OLIVEIRA e DIRLENE KLEN NEVES. Brasileiros,
Solteiros, residentes neste município. Ele, filho de JOÃO CARLOS
MARQUES DE OLIVEIRA e de ANA CECILIA REIS DE OLIVEIRA. Ela, filha
de DECIO MENDES NEVES e de CACILDA KLEN RIOS.

Processo nº: 2024.
WALLACE OLIVEIRA DA CONCEIÇÃO e LÚCIA HELENA PROCÓPIO
DA SILVA. Brasileiros, Solteiros, residentes neste município. Ele, filho de
IZIDORO DA CONCEIÇÃO e de MARGARETH DOS SANTOS OLIVEIRA.
Ela, filha de ALÍRIO FRANCISCO DA SILVA (Falecido) e de MARIA DA
PENHA PROCÓPIO DA SILVA (Falecida).

Processo nº: 2025.
CRISTIANO LOPES BARBOSA e ELAINE FERREIRA SOARES.
Brasileiros, Solteiros, residentes neste município. Ele, filho de JOSÉ LUIZ
DOS SANTOS BARBOSA e de BERNARDINA MÊDAS LOPES. Ela, filha
de MAURICIO SIQUEIRA SOARES e de ANGELA MARIA FERREIRA
SOARES.

Processo nº: 2026.
FABIANO CARVALHO MUNIZ e FABIOLLA KEYVILANNE DE LIMA
ROCHA. Brasileiros, Solteiros. Ele, residente neste município, filho de
HAMILTON MUNIZ e de DINÉA CARVALHO MUNIZ. Ela, residente em
Casimiro de Abreu – RJ, filha de JOSÉ SOUSA ROCHA e de LUCINEIDE
DE LIMA ROCHA.

Processo nº: 2027.

Processo nº: 2028.
LEANDRO BASTOS SILVEIRA e THAÍS DOS SANTOS GÓES.
Brasileiros, Solteiros, residentes neste município. Ele, filho de LEVI VARGAS
SILVEIRA e de LUZIA CAROLINA BASTOS SILVEIRA. Ela, filha de LAERCIO
DE LIMA GÓES e de NEUSA APARECIDA DOS SANTOS GÓES.

Processo nº: 2029.
LEANDRO VIANA e KAROLINE SILVA DE ALMEIDA. Brasileiros,
Solteiros, residentes neste município. Ele, filho de MARLENE INOCENCIA
VIANA. Ela, filha de DERLY PEREIRA DE ALMEIDA e de NILCÉIA SILVA
DE ALMEIDA.

Processo nº: 2030.
ALEXANDRE BAPTISTA CESÁRIO e VANESSA ALEXANDRA DIAS
DOS SANTOS. Brasileiros, Solteiros, residentes neste município. Ele, filho
de FRANCISCO CESÁRIO e de MARIA HELENA BAPTISTA CESÁRIO.
Ela, filha de JORGE MARTINS DOS SANTOS e de MARIA APARECIDA
DIAS DOS SANTOS.

Processo nº: 2031.
MARCOS SILVA DOS REIS e LORENA CAROLINA GONÇALVES
SANTOS. Brasileiros, Solteiros, residentes neste município. Ele, filho de
PAULO ROBERTO ELISIARIO DOS REIS e de IRENIR SILVA DOS REIS.
Ela, filha de DENIVALDO DA SILVA SANTOS e de MÁRCIA CRISTINA
GONÇALVES SANTOS.

Processo nº: 2032.
FIDÉLIS AMÉRICO PEREIRA VOLOTÃO e LETICIA DOS SANTOS
GONÇALVES. Brasileiros, residentes neste município. Ele, Divorciado, filho
de JUAREZ NARCISO VOLOTÃO e de FRANCISCA PEREIRA VOLOTÃO.
Ela, Solteira, filha de JOELÇON RANGEL GONÇALVES e de IVANILDA
GOMES DOS SANTOS.

Processo nº: 2033.
DENIS MIGUEL DA SILVA e FABIANA VIANA DA SILVA. Brasileiros,
Solteiros residentes neste município. Ele, filho de ADEMIR SOARES DA
SILVA (Falecido) e de SANDRA MARIA MIGUEL DA CRUZ. Ela, filha de
SEBASTIÃO PAULO VIANA DA SILVA (Falecido) e de RUTILÉA COELHO
DA SILVA.

Processo nº: 2034
PEDRO ÁREAS VILLAÇA e JULIANA DA SILVA TEIXEIRA. Brasileiros,
Solteiros. Ele, residente neste município, filho de MARIO JORGE SOUZA
VILLAÇA e de SONIA MARIA ÁREAS VILLAÇA. Ela, residente em Jacarepaguá
– RJ, filha de MARCELO TEIXEIRA JUNIOR e de JOCELI DA SILVA
TEIXEIRA.

Quem souber de algum impedimento acuse-o na forma da Lei.
Rio das Ostras, 27 de Julho de 2009
Danny dos Santos Reis
Substituto
Lembrança simples passo a passo


23 de jul de 2009

O papel da Música na Cerimônia do Casamento

Desde os tempos mais remotos a música é um elemento de destaque em nossas vidas.
A História da Humanidade é marcada por uma infinidade de acontecimentos onde a música se fazia presente: coroações de reis e rainhas, batizados, casamentos, alianças políticas, funerais. Estava presente não somente nas camadas mais altas da sociedade, mas também nas classes menos privilegiadas, sendo indispensável nas festividades populares.
Nos dias de hoje a música está mais presente do que nunca. As novas tecnologias facilitam cada vez mais o acesso à ela.
Está nos meios de comunicação, nos aparelhos de mp3, em todos os lugares. Entretanto, a música feita ao vivo, aquela que mais nos emociona está cada vez mais rara. A gravação pode sim emocionar, mas quando se escuta um músico tocando ao vivo sentimos a sua vibração, os seus sentimentos, uma atmosfera que transcende a própria música.
O papel da música na cerimônia do casamento é de justamente captar a atmosfera do momento mais precioso da vida de duas pessoas e transformá-la em emoção para todos os presentes. É dar o tom formal, de pompa, de introspecção e pensamento positivo, e por fim, de alegria e felicidade.
Uma cerimônia sem música é simplesmente inimaginável. A escolha do repertório a ser tocado é sem dúvida uma das tarefas mais importantes para os noivos. E nem sempre é fácil.


Para facilitar estas escolhas, deve-se levar em conta fatores como
1- tipo de repertório: tradicional, não-tradicional ou misto (algumas igrejas não permitem a execução de músicas populares, por exemplo)
2- personalidade e gosto do casal
3- adequação da letra da música (mesmo que esteja em outro idioma) ao momento
4- tipo de conjunto que executará as músicas (apenas instrumental, instrumental e vocal, quantidade de integrantes...)
5- músicas que tenham um significado especial para o casal (música do primeiro encontro, de filmes...) A observação cuidadosa de tudo isso vai transformar a música da cerimônia em uma verdadeira "trilha sonora".
Tanto os noivos quanto os convidados levarão estas músicas em suas memórias e ao ouvi-las novamente se recordarão de momentos maravilhosos.
Conheça a ordem das músicas no cerimonial de casamento
Em geral, são tocadas de 5 a 10 músicas dependendo do seu cerimonial de casamento. Este número varia de acordo com normas da igreja, e se você terá pajens, se o noivo entrará separado, etc.
Veja a sequência ideal:

Entrada dos Padrinhos
Pode ser alegre mas sem muito impacto. Normalmente na "fila" alternam um padrinho do noivo e um da noiva e no altar os padrinhos do noivo vão para a direita e os da noiva para a esquerda.

Entrada do Noivo
Para este momento, sugerimos algo com certa "pompa", de caráter masculino e nobre. Em muitos casamentos este momento não existe, pois o noivo entra com os padrinhos.

Entrada das floristas e pajens
Em geral músicas mais suaves, temas infantis e outros do gênero. Os pajens podem ser acompanhados por músicos pelo corredor, realçando ainda mais a graciosidade do momento.

Clarins e Clarinada
Algumas noivas gostam de colocar os clarins para anunciar sua chegada. Os instrumentos, com flâmulas personalizadas, oferecem grande opção de requinte.
Entrada da Noiva
Agora é hora de caprichar na trilha sonora. Quanto maior for a instrumentação (instrumentos e cantores do seu pacote) melhor. Músicas solenes, de grande impacto, pompa e brilho são necessárias. A tradicional marcha nupcial é muito tocada mas existem outras opções também.
Consulte seu coral sobre alternativas.

Pajens trazendo alianças
O mesmo critério para a entrada das floristas e pajens vale para este momento.

Benção das Alianças
A Ave Maria com Soprano ou Tenor solista é uma das músicas mais pedidas em casamentos católicos, ou se preferir use música instrumental suave.

Assinaturas
Se você for ter casamento civil, utilize uma música instrumental suave para esta hora.

Cumprimentos
Pede músicas alegres e românticas. É o momento mais emocionante para o casal.
SaídaTodos os músicos devem ser utilizados nesta hora, que deve ter brilho, pompa, alegria e grandiosidade. Como na entrada da noiva, uma formação com coral e orquestra proporciona uma emoção especial
Outras Dicas

Da mesma forma que o cerimonial de um casamento tem que observar detalhes em todos os quesitos, tudo que se refere ao visual torna-se mais fácil de ser avaliado pois, estética é um detalhe que estamos habituados a conviver desde muito cedo. A questão do áudio é um pouco mais complexa, já que, nem todos tem uma convivência diária com este item mas, como tudo, existem diferenças sim!

Em casamentos, a música executada por Grupos musicais possui particularidades para que saia exuberante! Vários itens devem ser levados em consideração para que o musical saia como o planejado. Abaixo, algumas dicas que devem ser observadas, antes de se fechar um contrato com um Grupo Musical para a música do seu casamento:
NUNCA deixe de ver TODA a estrutura do grupo musical funcionando em uma demonstração: vocal, instrumentistas se apresentando com microfones, caixas acústicas e, se possível, em um ambiente cuja acústica seja similar à do seu evento, principalmente em se tratando de Igrejas, e melhor ainda, em um casamento. Lembre-se que o resultado depende de todos estes itens funcionando em harmonia.

O tamanho do ambiente onde será o evento determina apenas a potência do equipamento (caixas acústicas, cabeçote) necessária para sonorizar o evento e não a quantidade necessária de instrumentistas e cantores.

A utilização de um bom equipamento não está relacionada apenas a volume mais alto. Ele será responsável também, por balancear os microfones, de forma que as vozes, se sobressaiam em relação aos instrumentos, nitidêz do som em todo o ambiente,e mesmo em um coral. Além de oferecer outros recursos, que agregam ao resultado final.

Não podemos afirmar que um som vindo do coro (em Igrejas) é a melhor opção. A instalação das caixas acústicas a 2,5 metros de altura, com a utilização de pedestais, proporciona um som espacial e bem distribuído em todo o ambiente, além de não deixar o áudio vulnerável a imprevistos.

Opte por demonstrações com vídeo ou, melhor ainda, ao vivo, em locais similares ao do seu evento. Circule todo o ambiente e verifique se o som está homogêneo, em volume e nitidêz . "Lembre-se que na entrada da noiva, a marcha nupcial tem que chegar limpa aos ouvidos da noiva!" Se a demonstração estiver em CD, opte por gravações de eventos e certifique-se de que a gravação não foi feita de um ponto fixo. Cuidado pois studios são projetados para terem uma acústica perfeita e nem sempre é o que encontramos nos locais dos eventos.

Caso algum item esteja destoando do conjunto, em se tratando do áudio,(seja potência, qualidade, nitidêz, caixas acústicas mal dispostas no ambiente), tais anormalidades poderão até passar despercebidas pelos noivos, no momento da cerimônia, devido, até mesmo , a emoção mas, certamente, serão percebidas na filmagem.

Feche o contrato com o grupo musical escolhido com o máximo de antecedência possível. Primeiro, você assegurará a contratação deste, e também terá maior prazo para planejar o pagamento.

Caso o local onde fará o seu evento tenha outros casamentos no mesmo dia, em horários seqüenciais, procure os outros noivos e tente fechar, todos, com o mesmo fornecedor. Mesmo que cada um feche em datas diferentes, certamente todos terão um desconto no valor dos serviços do casamento

Vestidos do KZ Atelier Noivas

KZ Atelier Noivas

KZ Atelier Noivas
kz

Vestidos 15 anos do KZ Atelier Noivas