orientação para tirar medidas

Oriente-se pela imagem e pela tabela de tamanhos, mas atenção: não aperte a fita, deixe-a justa, mas sem apertar.
A dica para quem for se medir sozinha é ficar em frente a um espelho grande.Vamos as principais medidas:
• Busto: passe a fita métrica por debaixo das axilas, contorne todo tronco, deixe a ponta da fita para frente, tire a medida do ponto mais saliente do busto.
• Abaixo do Busto: Esta medida é a linha de baixo do sutiã.
• Cintura: Passe a fita em volta da cintura no ponto mais estreito. A cintura fica mais ou menos a dois dedos acima do umbigo.
• Quadril: Contorne a fita na parte mais larga dos quadris.
• Altura do vestido: Para saber a altura do vestido, meça da linha abaixo do busto (linha do sutiã) até as pontas dos pés.

Como tirar medidas

Como tirar medidas

Pesquise no blog KZ

29 de jun de 2011

Como fazer batata rosti


Aqui estão algumas dicas para fazer boas batatas rosti.

  1. Escolha a batata. Normalmente, você precisa de uma batata grande por pessoa. Isso pode variar, é claro, dependendo se você estiver fazendo um café-da-manhã ou acompanhamento. Batatas rosti são muito saborosas, por isso verifique se você está fazendo o suficiente!
  2. Preparação prévia. Descasque as batatas, corte-as em pedaços grandes e, em seguida, ferva-as em água salgada por cerca de 5 minutos. Você precisa que elas fiquem – isto é, macias, mas não totalmente cozidas.
  3. Escorra e esfrie. Escorra as batatas parboilizadas e deixe-as esfriar até que você possa pegá-las confortavelmente.
  4. Rale. Quando suas batatas estiverem fias, rale-as usando um ralador grosso.
  5. Tempo de cozimento. Quando estiver pronto para cozinhar suas rosti, aqueça um pouco de manteiga ou óleo em uma frigideira. A panela precisa estar quente mas não esfumaçando.
  6. Tempero. Adicione sal e pimenta às batatas - é mais fácil misturar com as mãos.
  7. Esmague as batatas na panela. Se você quiser fazer bastante rosti, esmague todas as batatas na panela. A camada de batata não pode ser maior que meia polegada de espessura, ou elas não vai cozinhar adequadamente. Coloque o recheio (pode ser carne, frango, atum, ovo cozido, ervas finas, presunto e queijo, etc) e acrescente outra camada de batata ralada. Amasse as laterais..
  8. Cozinhe por 5 minutos. Assim que a batata tiver sido esmagada na frigideira, deixe-as cozinhar durante 5 minutos para que fiquem douradas (apesar de você não ser capaz de vê-las!).
  9. Vire-as. Vire as rosti. Não como uma panqueca porque as rosti são muito quebradiças. Você precisa coloca-las em um prato, colocar outro prato em cima e virá-las.
  10. Cozinhe o outro lado. Adicione um pouco mais de manteiga ou óleo na panela, em seguida coloque as  rosti de volta a panela de modo que o lado não cozido fique no fundo. Cozinhe por mais 5 minutos.
  11. Sirva. Quando ambos os lados estiverem cozidos, as rosti estarão prontas para servir.
As rosti fazem um belo prato para café-da-manhã, com ovos ou bacon. É também um bom acompanhamento para uma refeição principal, ou como lanche. Você pode adicionar o que quiser as suas rosti - tente cebola, bacon ou queijo colocados por cima. Contanto que você se lembre de parborilizar as batatas com antecedência, o rosti é um prato rápido e fácil de fazer.

16 de jun de 2011

Transar antes do casamento

Quanto ao sexo, tenho a dizer o seguinte:
Sexo sempre é pecado e nunca é pecado.
Sexo não é nada e é tudo.
O que faz do sexo pecado ou algo santificado, são os seus praticantes.
Desse modo, quando há amor, nunca há sexo antes do casamento.
Quando há amor o sexo é o casamento.
Se há “casamento” mas não há amor, o sexo é pecado.
Portanto, sexo “antes ou sem” casamento, é sexo onde dois transam sem amor.
Mas sexo sem amor durante o “casamento” é pecado também.
O pecado é sexo sem o casamento no amor.
E casamento não é algo que aconteça de fora para dentro.
Só acontece de dentro para fora.
É como tudo mais que tem valor para Deus: procede do coração.
O “casamento” é como o “batismo”—um símbolo visível de uma realidade invisível, e que o precede como símbolo a fim de que seja verdadeiro.
“Batizar-se” sem que já se tenha sido antes batizado pela “fé em Cristo”, é um rito sem sentido—pura e boba religião!
“Casar-se” sem casamento é a mesma coisa.
Diante de Deus é tudo igual.
Para os homens é que não é pecado alguém se batizar na “igreja” sem ter sido batizado no Espírito, num ato invisível e particular.
O casamento, todavia, recebeu esse estigma da religião.
Eu, todavia, creio sempre naquilo que é. E acho que o valor do que se faz como simbolização exterior, sempre tem que ser precedido por uma verdade interior.
Assim, sexo não é nada, e é tudo.
Depende de quem o faz, de como o faz e de com que atitude o faz.
Sem amor nada disso me aproveitará.
Inclusive transar!
A impureza à qual a Bíblia se refere não é apenas a promiscuidade sexual. Pode ser também o “uso” sexual sem amor, ou por interesse, mesmo entre “casais-casados”, e que praticam sexo sem amor. Nesse caso, o homem “comparece com a patroa” e a mulher dá ao homem “o que lhe é de direito”.
Em razão disso é que há muita prostituição dentro de “casamentos”. Mulheres que não amam, que sentem até nojo de seus “maridos”, mas que “dão” pra eles por causa da grana, da estabilidade, etc…
E maridos que “comparecem” ou apenas “usam” a mulher, apenas para ter onde “aliviar” a pressão. E o “preço” é a estabilidade que um dá ao outro. Sem falar que em muitos casos ambos tem seus “casos paralelos”.
É por isso que muitas meretrizes nos precedem no Reino de Deus. Elas, pelo menos, não chamam de “casamento” o negócio da esquina, e vão logo dizendo quanto custa e que tempo vai durar.
A Bíblia fala muito da dissolução. Ora, a dissolução sexual não faz mal a Deus. Deus não cresce e nem diminui com nada do que eu faço ou deixo de fazer com minha vida, muito menos com meus órgãos genitais.
A dissolução é pecado apenas porque faz mal ao homem. Dilui o ser. Tira a essência, a solução interior. Daí ser dis-solução. E esse mal acomete a quem o pratica. Deus não fica menor.
E que mal é esse que a dissolução produz?
Ora, ela deixa o seu diluído, pastoso, impossibilitado de experimentar qualquer forma de amor denso. Daí o dissoluto não conseguir amar e nem tampouco ser fiel a ninguém. Sem falar que a proliferação de experiências sexuais não deixa ninguém experiente para a vida, para o vínculo, para o relacionamento. Apenas deixa o individuo com “mil memórias” para comparar; e, assim, aumenta sua insatisfação com um único parceiro, visto que ele está sempre sendo remetido para as fantasias de outros tempos.
Sei que pra uns sou avançado demais. Pra outros sou careta demais.
E eu, o que penso?
Bem, eu não estou nem aí!
Sei que o que digo é verdade, conforme o Espírito da Palavra e de acordo com o que Jesus ensinou como sendo verdadeiro diante de Deus.
O sexo é tudo, quando há amor. E nada sem amor. O resto, quando duas pessoas se amam, e vão se casar, é questão de consciência. Cada um tem a sua. Eu não vou dizer: Vão lá e transem.
Afinal, tudo o que não provém de fé, é pecado. Não pela coisa em si, mas pela pratica sem o endosso da consciência, que é a paz da fé.
Eu não teria problemas. Mas eu só falo de mim. Tem gente que faz distinção entre dia e dia, entre comida e comida. Pra mim todos os dias são iguais, e pela ação de Graça todos os alimentos são santificados.
Pecado é o que Deus imputa. E sem fé nada agrada a Deus. E a fé tem que ser sua, não a minha.
Assim, meu amigo, exponho aqui o que penso. Mas a decisão é de vocês dois.
Receba meu carinho e minhas orações!
Nele, em Quem a vida é simples,
Caio
(Texto retirado de uma carta do site www.caiofabio.net da carta ” Ela se converteu e mandaram ela parar de transar comigo!“)

DIA 22 de junho Quarta

PCA SÃO PEDRO 17h

Expresso Santiago -

COSTAZUL 20h

- Orquestra Kuarup

Orleans Street Jazz Band -

Plataforma C -

Igor Prado Blues Band -


DIA 23 de junho Quinta

PCA SÃO PEDRO 11h30

Maracá -

IRIRY 14h15

Nuno Mindelis -

TARTARUGA 17h15

Jose James -

COSTAZUL 20h

Ricardo Silveira -

The Saskia Laroo Band -

Azymuth e Léo Gandelman -

Bryan Lee -

 

DIA 24 de junho Sexta

PCA SÃO PEDRO 11h30

Blues Groovers & Cristiano Crochemore -

IRIRY 14h15

Tommy Castro Band -

TARTARUGA 17h15

Nicholas Payton Sexxxtet -

COSTAZUL 20h

Jose James -

Jane Monheit -

Yellowjackets -

Nuno Mindelis -

 

DIA 25 de junho Sábado

PCA SÃO PEDRO 11h30

Rodrigo Nézio & Duocondé -

IRIRY 14h15

The Saskia Laroo Band -

TARTARUGA 17h15

Yellowjackets -

COSTAZUL 20h

ROBERTO FONSECA Live in Marciac -

Nicholas Payton Sexxxtet -

Medeski, Martin & Wood c/ Bill Evans -

Tommy Castro Band -

 

DIA 26 de junho Domingo

PCA SÃO PEDRO 11h30

Thiago Ferté Quarteto -

IRIRY 14h15

Bryan Lee -

TARTARUGA 17h15

Medeski, Martin & Wood c/ Bill Evans -

http://www.riodasostrasjazzeblues.com

14 de jun de 2011

15 anos juninos

Convite:
Pode fazer uma mini espiga de milho de biscuit nela você amarra uma fitinha de cetim com um bilhetinho com a data, local e horário. Não pode esquecer de colocar que é para ir de traje tipico... Ou também um convite tradicional com algumas bandeirinhas desejadas e uma fogueira.

Decoracao:
Muitas bandeirinhas, balão de várias cores e tamanhos, um espantalho seria muito legal,  cestos com milho dentro, fogueira (pode ser de mentira feita com papel celofane ou laminado), mesas decoradas com toalha xadrez e chita, pendure alguns chápeus de palha na parede, bambu.

Comida tipica:
Amendoim doce, bolo de fuba, pipoca, cachorro quente, biscoito de polvilho, cocada, cuzcuz, doce de abobora, doce de leite, milho cozido, pacoquinha, pe-de-moleque, vinho quente, quentao, chocolate quente...

Lembrancinha:
Faça um saquinho com varias guloseimas, todo mundo adora comer no dia seguinte... Pe-de-moleque, doce de batata, doce de abobora, pacoquinha, doce de leite...









Fotos: http://setebranca.blogspot.com

11 de jun de 2011

Casamento junino

É chegada a época da festa de São João, dos arraias, a famosa festa junina.
São João foi amigo de Jesus e encostava sua cabeça no peito de Jesus, também foi escolhido para subir ao monte das Oliveiras para orar com seu mestre.
Por ser um cristão amoroso, nada como no mês de junho ao celebrar o seu casamento.

Como é de costume as festas de junho tem sempre muita música, danças, quadrilhas, brincadeiras (pão de sebo, pular fogueira, pegar o porco besuntado de gordura, etc), e muita, muita comida...
As tradicionais roupas com remendos, sempre em xadrez e cor, como trazer esse tema para o casamento e ainda assim ter um ar chique e requintado? Afinal, não é porque o casamento será em junho que o noivo deverá entrar com remendos no terno de casamento e nem a noiva com pintinhas no rosto como os casais de quadrilha.
Vamos dar algumas dicas para que seu casamento em Junho possa ser temático e requintado.

Trajes de noivo e padrinhos:
Na festa junina tradicional tudo é muito colorido, para ter sua festa requintada evite muitas cores, escolha três cores básicas e use-as na decoração e trajes do noivo e padrinhos. Cores mais sérias puxadas para o neutro e escuro como: azul, vinho e cinza são cores usadas no artesanato country americano e a combinação fica bem chique. Verde escuro, azul escuro e bege também são cores finas.

Daminhas:
As cores escolhidas para a decoração podem estar incorporadas nas roupas das daminhas, elas podem usar vestidos longos em xadrez como detalhes as cores lisas do mesmo xadrez, e conseguir encontrar xadrez com as cores citadas acima ficará muito adequado

Enfeites de mesas:
Vasos de palha com flores naturais ficam bem elegantes e podem depois serem levadas como lembrança. Cubra as mesas com toalhas sobrepostas, a de baixo maior e lisa, combinando com menor de cima, que deve ser xadrez nas cores já mencionadas.

Comidas e doces:
Quanto às mesas de doces, use temas de doces juninos mas de confecção mais primorosa e caprichada, isso com certeza acrescentará mais charme.
Salgados: Caldo verde, caldinho de feijão, milho verde, bolinho de aipim c/carne, bolinho de bacalhau, mini pastel de queijo, escondidinho de aipim com carne seca. Doces: cocadas, pé de moleque, doce de milho, bombocado, bolo de aipim com coco, bolo de cenoura com calda de chocolate, bolo de fubá, canjica, cuscus, quindim, brigadeirão, doce de abóbora, paçoquinha, doce de leite.

Bebidas: batidas diversas, quentão, vinho quente, refrigerantes diet e comum, cervejas, vinhos e champagne.Som e música:
O mesmo com a música, se conseguir que algum profissional transforme musicas sertanejas e juninas em instrumental, com certeza o requinte será o ponto alto deste casamento.

Lembrancinhas:
Imã de geladeira: tipo chapéu de palha, espiga de milho, motivos de roça; casadinhos embrulhados no tecido xadrez da festa; lembranças tradicionais: foto do casal, lembrancinhas de porcelana, etc
O local da festa pode ser um arraial improvisado, em alguma chácara, alugada ou emprestada. Preparem uma linda fogueira e outras coisas de festa junina, contrate um fogueteiro e sua festa será muito diferente!

4 de jun de 2011

Pedidos de Casamento

Às vezes a história de amor foge do padrão, mas ainda assim é para se fazer sonhar. Ser pedida em casamento é o sonho de toda mulher, mas não basta ser simplesmente pedida.
O imaginário feminino é bem mais complexo, tem que ter clima, tem que ter uma paisagem (ainda que urbana) ideal, tem que ter atitude. A seguir pedidos reais e inusitados de casamento.

Sérgio Ricardo Thadeu de Filippis - Cenário ideal
Mesmo correndo o risco de ver seu plano ir por água abaixo, o representante comercial Sérgio, 32 anos, investiu numa viagem para fazer o tal pedido. Preparei uma viagem para Costa do Sauípe sem que a Ana soubesse. Passei no trabalho dela um dia antes, e disse que era para aprontar as coisas. Ela não entendeu nada, mas topou. No dia seguinte viajamos e aproveitamos muito o primeiro dia. À noite, durante o jantar no restaurante do hotel, a pedi em casamento. Ela chorou e disse sim.

Shirley Ono - Prova de amor
A brasileira Shirley morava em Chicago e namorava um londrino. Para pedi-la em casamento ele aprendeu o idioma dela. Depois, ele armou uma viagem e perto da praia se declarou para ela em português.


Karla Cristina de Oliveira Veiga - Tem de ter atitude
A gente já namorava há algum tempo e começamos a ficar cada vez mais próximos. Certo dia, estávamos num barzinho conversando sobre várias outras coisas, e eis que eu peguei um guardanapo, e fiz dele um bilhetinho, pedindo o meu marido em casamento. Ele achou o máximo, porque a maioria das mulheres fica esperando que o homem peça em casamento.

Paulo Rossi - Criatividade conta pontos
O empresário Paulo Rossi resolveu inovar ao pedir Ana Maria em casamento. Levou ela a um restaurante bem romântico em São Paulo. Durante o jantar trocou carinhos, beijos e abraços. Na hora da sobremesa veio a surpresa. Como já tinha combinado antes, junto com o doce, o garçom trouxe champagne. Um brinde foi feito. Quando Ana Maria foi tomar, viu as alianças no fundo da taça e ouviu a frase: Casa Comigo.
Cristina Strutz Freire ¿ Driblando a distância
Ainda com 17 anos, a assessora de imprensa Cristina Strutz Freire, hoje com 37, namorava Raudinei, na época jogador de futebol, e uma viagem acabou selando o destino do casal. Começamos a namorar no dia 30 de junho. No mês seguinte, ele recebeu uma proposta para jogar no Porto, e em agosto, foi transferido para Portugal. Ficamos muito tristes com a partida. Nos falávamos pelo telefone até cinco vezes por dia, conta.

 Ele sempre mandava fitas cassetes gravadas, contando o que fazia e declarando tudo o que sentia por mim. Em agosto, chegou uma especial, me pedindo em casamento. Eu fiquei muito feliz e na hora liguei dizendo que sim. Como eu era menor, ele teve de pedir permissão para os meus pais. 

Regina Siqueira Grazioli - Casamento para ficar na memória
A representante comercial Regina Siqueira Grazioli, 47, teve de sofrer um acidente para subir ao altar. Eu era independente. Já trabalhava e morava sozinha quando caí de moto, bati a cabeça e perdi a memória. Naquela época não tinha celular, então, pegaram meu caderninho e ligaram para o meu ex-namorado. Ele apareceu no hospital com a mãe e a avó. Para que eu não ficasse sozinha, me levaram para a casa deles. O Sidney cuidou de mim e, depois de quatro meses, me pediu em casamento. Na hora, recusei. Mas a situação se enrolou. A mãe dele mandou fazer o vestido de noiva, comprou apartamento. Fiquei muito envolvida. Acabei aceitando o pedido após dois meses, contra a vontade do neurologista, que falou para desistir do casamento por não estar no meu estado perfeito, conta sorrindo.

Agostinho e Juliana Tavares Leirião - Tinha de ser com você
O publicitário Agostinho dos Santos Leirião, 33 anos, e a jornalista Juliana Tavares Leirião, 31 anos, se conheceram na época do colégio. Apesar de ter torcido o nariz no começo, Juliana acabou fisgada pelo amigo atrevido.

Em meados de 1993, o casal ficou mais próximo, o que tornou mais difícil um possível relacionamento. O Guto não, mas sempre tive uma ética muito forte de evitar ficar com amigos para não estragar a amizade. Ele cansou de tentar mudar a minha opinião e começou a sair com outras mulheres. Acabei conhecendo todas as namoradas dele, conta.

Até a irmã de Guto tentou ajudar os amigos inseparáveis com uma viagem, mas ainda não foi daquela vez. Quando voltaram para São Paulo, Juliana tomou coragem, comprou um par de ingressos para um show do Chico Buarque, e se declarou após o espetáculo, mas disse para o amado que depois de sofrer muito, ele teria de reconquistá-la. Então resolvi levá-la para o Guarujá. À noite, na praia, sob uma lua linda, eu disse para ela que depois que déssemos o primeiro beijo, eu sabia que seria para casar. Dito e feito.

Adair Dias - O informal
O engenheiro Adair Dias, 32 anos, e a mulher Niara Figueiredo, 27 anos, já falavam em casamento quando viajaram para Tunisia. Depois de um jantar, vestido com um pijama de seda prata, ele oficializou o pedido entregando as alianças.
Giovanna Lopes  - http://delas.ig.com.br

vestido 15 anos

Fazer 15 anos não fácil. Começam as responsabilidades e cobranças. E a gente sempre fica indecisa na hora de escolher um vestido. Abaixo damos algumas sugestões esperamos que gostem. E se precisarem é só nos procurar no KZ Atelier Noivas, o endereço e telefone estão acima, que fazemos o seu vestido. Boa festa e arrase!
















Vestido para Formatura

E ai formanda, feliz da vida. Está irradiante mas também preocupada em arrasar na festa. É nesse dia que aquela paquera que nunca te olhou fica apaixonado. É o momento de arrasar e colocar inveja nas amigas. Então abixo temos vários modelos para formatura, caso não encontre nada ao seu gosto, o que duvidamos, poderá recorer a vestido para festa e para 15 anos no nosso blog. Boa festa e arrase!








































Vestidos do KZ Atelier Noivas

KZ Atelier Noivas

KZ Atelier Noivas
kz

Vestidos 15 anos do KZ Atelier Noivas