orientação para tirar medidas

Oriente-se pela imagem e pela tabela de tamanhos, mas atenção: não aperte a fita, deixe-a justa, mas sem apertar.
A dica para quem for se medir sozinha é ficar em frente a um espelho grande.Vamos as principais medidas:
• Busto: passe a fita métrica por debaixo das axilas, contorne todo tronco, deixe a ponta da fita para frente, tire a medida do ponto mais saliente do busto.
• Abaixo do Busto: Esta medida é a linha de baixo do sutiã.
• Cintura: Passe a fita em volta da cintura no ponto mais estreito. A cintura fica mais ou menos a dois dedos acima do umbigo.
• Quadril: Contorne a fita na parte mais larga dos quadris.
• Altura do vestido: Para saber a altura do vestido, meça da linha abaixo do busto (linha do sutiã) até as pontas dos pés.

Como tirar medidas

Como tirar medidas

Pesquise no blog KZ

31 de mai de 2011

Tenda Tipi


Está pensando em usar tendas no seu casamento? Que tal procurar algo diferente do habitual? Então temos a solução para você. Estamos falando de uma tenda especial, elaboradas com materiais naturais e com formatos distintos que tornarão a sua festa muito especial e única. São tendas tipi, originalmente desenhadas pelas tribos nómadas do norte da Escandinávia e que foram agora muitíssimo bem adaptadas às necessidades do século XXI. 
Este tipo de tenda enquadra-se em todos os tipos de casamento. Funcionam no verão ao ar livre ou no inverno quando proporciona um ambiente aconchegante;  tanto recebem poucos como muitos convidados; combinam facilmente com os mais variados tipos de decoração, oferecendo uma base bastante neutra.
Sendo estruturas muito versáteis, encaixam na perfeição em casamentos que decorram num jardim com um número de convidados que ronde os 70 a 90. Uma grande vantagem: as laterais das tendas tipi podem ser levantadas ou baixadas conforme o tempo e o calor. Podem ser utilizadas para uma zona chill out para receber os convidados ou mesmo como local onde é servido o catering.
Depois é só deixar a imaginação fluir. As hipóteses de decoração são infinitas – um ambiente sofisticado; com base em tons naturais e simples; com mais ou menos acessórios.
No interior aposte em mesas redondas com capacidade para 10 pessoas, conjugadas com mesas retangulares em madeira maciça. Decore as mesas com luzes ténues que podem muito bem ser velas, lanternas marroquinas ou até mesmo tochas, colocadas no exterior.
As tendas tipis adequam-se a todo o tipo de clima por isso irão proteger os noivos e os convidados quer esteja muito calor ou quer estejamos num chuvoso dia de inverno.

Maquiagem para 15 anos

Maquiagem 15 anos

Mais videos

Macarons

Continuando a trilogia sobre lembrancinhas comestíveis de casamento, para quem não quiser bem-casados nem o mini bolo, tem os macarons!
Pode ser usado como lembrancinha, ou na mesa de doces, ou ainda na mesa de café.
Macaron é este docinho de dois andares, que parece um suspiro, crocante por fora e com um recheio macio por dentro. Pode ser de muitos sabores diferentes: chocolate, morango, champanhe, pistache, limão, etc, etc, etc.
O macaron (diz-se “macarrôn”) é uma criação da Veneza renascentista. Conhecido originalmente por “maccherone”, devido à sua massa fina, alcançou grande reputação na França, onde aportou com a comitiva de Catarina de Médicis. A receita, à base de farinha de amêndoas, açúcar e claras de ovos, permaneceu secreta e restrita à nobreza até ser descoberta por uma congregação de irmãs carmelitas na cidade de Nancy, no nordeste da França.
Importante: a receita tradicional leva farinha de amêndoas. Aqui no Brasil,muitos fazem com farinha de castanha de caju, mais brasileiro e mais barato. Prove as duas versões para ver qual te agrada mais.
Esses ao lado são da Opera Ganhache para distribuir para meus colegas de trabalho, de presentinho de Natal. Você pode usar motivos “natalino”, usando as cores vermelho e verde, com laço dourado. 
 

Onde comprar:
www.patisseriedoucefrance.com.br
www.ninaveloso.com.br
www.operaganache.com.br
 
INGREDIENTES.
½ xícara (chá) de clara de ovo
¾ xícara (chá) de açúcar de refinado
gotas de corante para alimentos na cor de sua preferência
1 xícara (chá) de farinha de castanha de caju
1 xícara (chá) de açucar para confeitero
MODO DE PREPARO
1. Unte uma assadeira com manteiga e farinha de trigo. Reserve;
2. Em uma tigela, misture a clara de ovo e o açúcar refinado. Leve a tigela para o banho-maria e misture sem parar até que a mistura perca a viscosidade;
3. Transfira a mistura para uma batedeira e bata até ficar consistente (aparência de clara em neve). Acrescente gotas do corante para confeitero na cor de sua preferência. Desligue a batedeira;
4. Com o auxílio de uma colher, adicione a farinha de castanha de caju e açucar para confeitero (isto fará com que algumas bolhas de ar se desprendam). Coloque a mistura em um saco de confeiteiro;
5. Na assadeira, pressione o saco de confeiteiro e vá formando pequenas bolinhas (sem picos). Leve para o forno pré- aquecido a 100ºC por 10 minutos. Depois, aumente o forno a 130ºC por mais 10 minutos;
6. Retire a assadeira do forno e deixe os macarrons esfriarem por 10 minutos e depois desenforme. Depois de frios, pressione com um dedo o centro dos macarrons (no lado reto). Nesta cavidade, coloque o recheio de sua preferência. É o recheio que dá o sabor ao macarrons;


DICA:
Não aumente mais que 130ºC para não rachar os macarrons. Para regular a temperatura do forno, ligue na temperatura mais baixa e depois de colocar a assadeira dentro, deixe a porta do forno entreaberta nos primeiros 10 minutos e depois feche- a.


RECHEIO DE GANACHE INGREDIENTES
150 g de creme de leite
300 g de chocolate meio amargo picado
MODO DE PREPARO
1. Em uma panela, coloque o creme de leite. Leve em fogo médio em deixe ferver;
2. Em uma tigela, coloque chocolate meio amargo picado e adicione o creme de leite (que foi fervido). Misture bem até derreter o chocolate. Deixe esfriar e recheie os macarrons.

Modelos de vestido de 15 anos












O Origami, que em japonês significa a “arte de dobrar papel”, tem cada vez mais seguidores nos quatro cantos do mundo.Usar origami no casamento está virando modismo.
Você pode iniciar pelo convite de casamento feito em origami não só marcam a diferença pela sua originalidade e beleza, mas também é uma forma divertida e descontraída de passar umas horas e desligar-se do mundo e  stress de ser noiva!
Existem muitas opções possíveis – corações, garças (“tsurus”), borboletas e outras formas, e o exercício tem muita graça e pode viciar. Comece treinando esquemas simples, consultando um site especializados, indicamos o http://www.origami.com.

Quando você for treinando e ganhando prática, use papéis de revista, sempre no formato quadrado, e opte por tamanhos grandes, de modo a não ter ataques de nervos sucessivos com dobras minuciosas que se vão desalinhando sozinhas. Alguns modelos de convites de Casamento em Origami  temos corações, garças ou borboleta?
Já para decoração de sua festa sugerimos os  Kusudamas (fotografia que aparece de seguida) super decorativos e coloridos.
Pode também substituir flores naturais por flores de origami, como podemos ver nestas fotografias de um casamento no Rio de Janeiro em que todas as flores eram de origami, desde os centros de mesas, ao bouquet da noiva até à flor na lapela do noivo.

Também temos sugestões para os seus convidados. Dentro destas caixas de origami  pode colocar todo o tipo de brindes e lembranças para o seus convidados levarem para casa. Sugerimos usar cupcakes, macarrons ou algum tipo de guloseimas.

Obs.: Após algum treino não se esqueça de usar sempre papel de gramagem inferior a 120gr. Escolha as cores e padrões em função do modelo que vai construir. Atenção ao direito e avesso, que muitas vezes ficam ambos à vista.

Programe sua festa de 15 anos

1) Defina o estilo!
Já decidiu qual será o motivo da sua festa? Bom essa é a  primeira coisa a decidir  – o tema – da sua festa. Pode ser um baile tradicional, como também dá para preparar um festão temático, à fantasia ou até arriscar uma balada agitada. Após resolvido disso você vai conseguir pensar no local, número de convidados, decoração, comidas, etc…Se você está dúvida, reúna as suas BFF´s e faça uma votação.

2) Faça uma lista de convidados
Para evitar de esquecer de alguém, faça uma lita. Comece por aquelas pessoas indispensáveis, que sempre convivem e falam com você. Peça uma help para a sua BFF (Best Friend Forever)– duas cabeças pensando funcionam melhor do que uma,certo? Só depois disso, dependendo do tamanho da festa, acrescente mais gente, tipo primos mais distantes, colegas do colégio, da academia ou do inglês ou ainda amigos e namorados de amigos.

3) Escolha o local da festa
Isso vai depender do estilo de festa que você escolheu. caso seja um evento grande e para muitas pessoas, prefira áreas maiores, como buffets, hotéis e clubes. Para economizar,  veja com seus conhecidos se alguém mora em um lugar legal para emprestar. O mais importante é festejar o seu aniversário em um local longe de vizinhos, já que a festa e a música alta vão rolar até altas horas.

4) Pense nas comidas
Você não precisa decidir agora o que vai servir. Mas já vá pensando como a coisa vai funcionar. Para muitos ou poucos convidados, quando a festa é de 15 anos o melhor mesmo é encomendar a comida. Dependendo do buffet ou do clube que você fechar a sua festa, isso já está incluso no pacote. Se não, contrate o serviço. Apesar de ser 50% mais caro do que fazer a comida por conta própria, as facilidades compensam muito – ter quem faça as compras por você, cozinhar, trazer e lavar a louca! É incrível!

5) Bombe o som!
Música é TUDO em uma festa, e princiapamente a boa, não é mesmo? Portanto, vale já ir pesquisando e decidindo os hits que vão animar a galera. Faça uma seleção bem legal e diferente junto com as suas amigas. Coloque funk, sertanejo, pop e techno, para agradar a todas as tribos. Quanto mais a galera se identificar com o som, mais vai dançar. Clássicos, tipo aqueles sucessos antigos da Britney Spears ou Spice Girls, também fazem o pessoal se animar. E não deixe de incluir na sua seleção músicas que tenham coreografia – sempre vai ter alguém dançando e incentivando os outros na pista.

30 de mai de 2011

Cerimônia de Casamento


Existem algumas regrinhas que devem ser seguidas na entrada da igreja, no altar, na saída dos noivos e na recepção. Vamos aprender?

Entrada da Igreja

Durante muito tempo, quem primeiro chegava a Igreja era o noivo e sua família, para recepcionar seus convidados. Este costume já está superado, afinal de contas o noivo também merece algum mistério. O que geralmente acontece nos dias atuais é algo muito mais cerimonioso e podemos dizer elegante, onde os convidados são recepcionados pelos pais, tanto do noivo quanto da noiva, como também por profissionais designados como cerimonial. O noivo chegará quase no horário da cerimonia, para dar um certo luxo e também o mistério que antes era reservado só para a noiva. Como consequência, somente os padrinhos irão vê-lo antes da cerimonia.

Atraso da Noiva

O que também não acontece mais é o atraso excessivo da noiva. Esse atraso que há tempo atrás era o máximo, hoje em dia estão totalmente fora de moda. Além de constrangedor, existem algumas Igrejas que cobram taxas adicionais pelo atraso da noiva. O máximo permitido pela etiqueta e protocolo é de 15 minutos, mais do que isso seria abusar de seus convidados como também do casamento que vem a seguir.

Chegada da Noiva

Outro hábito que adotou-se, é de somente iniciar o cortejo quando a noiva chegar, pois isso faz com que os padrinhos, pais e o noivo, não fiquem no altar um grande tempo, diante de olhares diversos. Não existe nada mais constrangedor para o noivo. Por isso adotou-se esta mudança, trazendo conforto e requinte a cerimonia.
Chegou a noiva, o carro estaciona com distância, e alguém, o motorista ou o pai, vai até sua esposa ou cerimonial e avisa que está tudo bem, que a cerimonia pode começar.

Cortejo dos noivos

Forma-se o cortejo de entrada da seguinte forma:

Padrinhos

1º casal padrinhos da noiva, 2º casal padrinhos do noivo e assim sucessivamente.
Entram primeiro os padrinhos porque eles são as testemunhas do casamento, logo eles devem assistir toda a cerimonia.
As mulheres entram pelo lado esquerdo dos homens, para diferenciar da noiva, como também deverão estar só de mãos dadas com eles. Evita-se que os homens dêem o braço para as mulheres, pois com este gesto as roupas das mulheres estarão semi - tampadas pelos ombros masculinos, além de deixar a postura torta.
A ordem de distribuição de entrada dos padrinhos na Igreja deve ser por grau de importância, da seguinte forma: o primeiro casal da noiva deve ser formado pelos seus avós, seguidos de irmão, tios, primos e amigos, Como também os casais do noivo. Isto não quer dizer que os noivos devem convidar estas pessoas e sim, distribuir os seus padrinhos diante desta hierarquia exposta.
Usa-se muito colocar os padrinhos no primeiro banco da igreja, para evitar que o altar fique congestionado. Ficando acima no altar somente os noivos, pais, damas e pajens.

Mãe da Noiva e Pai do Noivo

De mãos dadas, posicionam-se no lado esquerdo do altar.

Noivo e Mãe do noivo

Também de mãos dadas, posicionam-se ao lado direito do altar.

Damas e Pajens

Eles entram antes, evitando assim que a dama, geralmente uma menina tão nova entre na Igreja ao som da marcha nupcial. Também deve levar em consideração que a dama logo na frente da noiva iria tirar todo o glamour da entrada triunfal da noiva em seu vestido.
Não devemos esquecer que a noiva gastou um bom dinheiro em seu vestido e de repente se a noiva entrar precedida da dama, em suas filmagens e fotos, iria ficar aparecendo apenas a parte superior de seu vestido.
Se tiver pajem, é ele quem levará as alianças. A posição no altar do pajem e da dama, é a seguinte:
* a Dama do lado esquerdo do altar e o Pajem do lado direito – justificativa: a dama se tiver idade suficiente pode segurar o buquê da noiva quando esta chegar no altar e o pajem fica do lado direito, ou seja, onde está o noivo, pois está servindo a ele em carregar as alianças.

Noiva e pai

A noiva é a única mulher a entrar na Igreja pelo lado direito. Preferencialmente entrar de mão dadas, nunca de braço dados, uma vez que pode sumir parte de seu vestido diante do ombro de seu pai ou acompanhante.

Curiosidade

A noiva entra à direita e também sai pela direita porque biblicamente estar à direita quer dizer estar submisso à esta pessoa.

Cortejo religioso de saída

Sai os Noivos, damas e pajens, pais da noiva, pais do noivo, padrinhos.

Recepção

Ao chegar os noivos vão fazer uma sessão de fotos juntamente com os pais, padrinhos, damas e pajens. evitando assim que estejam mal compostas para as fotos, se deixarem para mais tarde.

Na entrada do salão

Entrada especial somente para pais e noivos. Os padrinhos, dama e pajens não devem ter entradas especiais. Os pais tem uma música para eles e os noivos outra música especial. Normalmente a música escolhida pelos noivos deve ser uma recordação de seu tempo de namoro, como também pode ser um presente da noiva ao noivo ou um tema especial que ela tenha escolhido como forma de lembrança à ele.
Os pais se posicionam em frente à mesa dos noivos que é a mesma mesa dos seus pais. Os noivos posicionam-se atrás do bolo, onde irão cortá-lo, abrindo assim a festa. Nessa hora, brindam agradecendo e compartilhando com todos este casamento. Inicia-se então a recepção.

A Valsa

Os noivos jantam, e logo em seguida enquanto é servido o bolo, dançam a valsa: primeiro os noivos sozinhos, depois com os pais, depois pais e padrinhos. A noiva dança primeiro com seu esposo. Depois que os padrinhos dançam, os noivos podem alternar os pares com seus pais, sendo primeiro com os pais da noiva e depois com os pais do noivo.

Justificativa

1º- A noiva não dança com seu pai primeiro, porque ele já não é mais responsável por ela, pois entregou este cuidados ao noivo no altar, diante de todos e com a benção de Deus. A valsa é um ritual no qual os donos da festa convidam a todos para iniciar o baile, logo, deve ser entre os noivos a primeira valsa pois eles são os donos da festa. Analisemos que como já houve o casamento civil e também o religioso, quem passa a ser a figura masculina responsável da noiva é o noivo.
2º- Os noivos convidam ( através dos músicos ) os pais, como forma hierárquica de agradecimento à benção desta união, que comemoram com o baile.
3º - Na mesma valsa dos pais, à partir da metade da música, os noivos convidam ( através dos músicos ) os padrinhos, como forma de agradecimento, pois eles serviram como testemunha desta união.
Sempre o convite para a valsa aos pais e padrinhos deve ser feito pelo músico no microfone: Ex:
  • e agora os noivos convidam os pais para a valsa...
  • e agora os noivos também convidam os padrinhos para a valsa...
  • ao encerrar esta valsa
  • e agora os noivos convidam a todos para a valsa ...

Cumprimentos

Depois da valsa os noivos iniciam os cumprimentos. Isto porque conforme o número de convidados ficaria inviável os noivos cumprimentarem primeiro e dançarem a valsa depois, pois em media se gasta 1 minuto por cada cumprimento, logo, com 200 convidados seriam no mínimo 2 horas de tempo gasto e os convidados teriam que ficar esperando para dançar. Então, convencionou-se a valsa primeiro, deixando a noiva à vontade para fazer seus cumprimentos e demorar o quanto queira com cada pessoa.

O Buquê

O entrega do buquê representa a despedida da noiva. Ela deve jogá-lo pouco antes de ir embora, ou pode também dá-lo de presente a uma amiga solteira em especial.

Lembrancinhas

As lembranças devem ficar em uma mesa decorada e especial na saída, juntamente com a mesa de café, como também pode ser distribuído pelo serviço de cerimonial, juntamente com o bolo. Há quem deixe as lembranças na mesa, juntamente com os pratos, individualmente.
Fonte: osnoivos.uol.com.br

26 de mai de 2011

Somente o amor é capaz de unir duas pessoas a ponto de acontecer um casamento. Antes de entrar na etapa dos preparativos é fundamental que o casal saiba que estilo de celebração e cerimônia querem. No mundo, há diversas maneira de dizer “sim”, mas em todas as culturas as festas de casamentos são recheadas de muito carinho. E no momento de decidir o tipo, os noivos certamente ouvirão muitos palpites e na maioria das vezes a religião será fator predominante.
É de extrema valia que o casal pense junto e levem em conta a personalidade de ambos, estilo de vida, o meio social no qual convivem e a religião freqüentada. Os rituais de casamentos revelam o tipo de vida que os noivos levam e em qualquer parte do planeta eles são bastante aguardados. Outro detalhe primordial está no orçamento, pois a escolha dependerá da quantia de dinheiro disponível para a realização do evento.
 O casal precisa definir antecipadamente o horário da cerimônia, até porque o fato de vocês optarem por se casar pela manhã não quer dizer que o casamento deve ser estritamente informal. Atualmente, os noivos muitos vezes querem fugir do tradicional e desejam realizar um acontecimento diferente do tradicional.


Casamento Católico: o casamento católico é muito usual em nosso país, e através dele é produzido determinados efeitos entre os quais estão um conjunto de deveres conjugais que são recíprocos, e são eles: assistência, fidelidade, amor, coabitação, cooperação e também o respeito.
Para que seja realizada a cerimônia religiosa alguns documentos são requeridos pela igreja, tais como: carteira de identidade, certidão de habilitação fornecida pelo cartório de registro civil, que ambas as partes sejam solteiras, certidão de batismo, comprovante de residência que ateste que uma das partes seja morador da localidade onde está instalada a igreja, apresentação do certificado do curso de noivo ou mesmo o recibo do pagamento da taxa de reserva para o casamento.
A igreja católica não exige gastos excessivos, apenas a confirmação de votos de amor do casal. Durante a cerimônia, o padre abençoa os noivos e todo o processo é testemunhado pelos padrinhos e convidados que estão assistindo a celebração. Em algumas paróquias, existem casamentos durante todos os finais de semana do ano, por isso a cerimônia deve ser marcada com antecedência.

Casamento Judaico: O casamento judaico não pode acontecer durante um sábado nem quando há festas religiosas. A cerimônia é conhecida por kidushin e é celebrada sob um hupá (Tenda de David), ou seja, uma espécie de tenda própria para o casamento que simboliza o novo lar que será construído pelo casal.
Durante a celebração o rabino lê para os noivos o contrato matrimonial que divulga as responsabilidades entre o marido e esposa. A noiva usa um vestido branco e o noivo um terno, porém por cima contém o kitel que é uma espécie de mortalha. Entre as curiosidades que compõe este casamento está no fato de que eles bebem na mesma taça de vinho e no final o noivo esmaga a taça de cristal com o pé.
Isso significa que o casal está rompendo com o passado, e agora estão iniciando uma relação sem sentimento de culpa que no futuro poderia prejudicar a união.

Casamento Grego: Esta celebração é conhecida no mundo inteiro, inclusive, já foi tema até de filme. Ele é famoso pela quebra de pratos enquanto dançam no término da cerimônia, jogam dinheiro e também é farto de alimentos deliciosos.
Tradicionalmente, os gregos são unidos e a comemoração do casamento deve ser feita em grande estilo. A quebra de pratos faz parte do ritual há muitos anos, e esse ritual demonstra que todos os objetos materiais não importam mais a partir do momento que acontece o enlace matrimonial que une o casal.

Casamento Ortodoxo: No matrimônio ortodoxo o casamento é divido em duas partes, ou seja, anteriormente com o ofício do noivado e depois com o ofício da coroação, que significa a própria celebração. Durante a cerimônia, o padre coloca na cabeça dos noivos uma coroa, que entre os russos é feita de ouro ou prata e para os gregos de folhas e flores.

Casamento Evangélico: O casamento evangélico também já é bastante usual no país, e nele não há muita diferença em relação ao católico. Nessa celebração, o casal terá mais liberdade em relação às músicas, homenagens e apesar de não existir um juramento, os noivos firmam um compromisso.
Na maioria das vezes, as palavras proferidas pelo pastor são ditas espontaneamente e de acordo com a impressão que ele possui dos noivos. Não existe cursinho para o casal freqüentar e assim que a cerimônia acaba é realizada uma ceia para comemorar o matrimônio. As melodias não precisam necessariamente ser cristãs, em todo o caso a música gospel é muito requisitada.

Casamento Muçulmano: Diferentemente das outras celebrações, o casamento muçulmano não é considerado um sacramento, mas sim um acordo legal onde cada parte é livre para incluir suas condições. Os rituais mudam de acordo com cada país, mas segundo o islã nenhuma mulher pode ser forçada a casar, porém seus pais podem sugerir um pretendente que seja conveniente.
Os noivos que efetuarão uma cerimônia de casamento muçulmana precisam ter em mente que este é um momento único de alegria, mas também de refletir e pedir para Allah lhe conceder uma bênção pela realização do matrimônio.
www.noivasecia.com.br

Casamento no Campo

O casamento desde os primórdios  era uma celebração diurna  pois o ser humano tinha uma vida diurna , quando existia mais segurança e luz.

Os casamentos eram sempre na Primavera e no Verão , quando havia calor e tinha luz até mais tarde. As pessoas viviam mais no campo do que nas cidades e em casas ou sítios onde havia espaço suficiente para se realizar   uma festa. Os noivos passaram a casar-se em qualquer época do ano e também a qualquer hora, sendo essa uma das razões dos casamentos em ambientes fechados.


Com os tempos modernos as pessoas deixaram o campo e foram para as cidades ,o que deu origem aos casamentos em ambientes fechados e à noite e principalmente nos salões de festas pois as pessoas passaram a viver em casas pequenas ou apartamentos. E casar à noite em um salão de festas acabou virando moda.

Temos que relembrar que nossas raízes são do interior do Brasil onde os casamentos eram feitos nas fazendas, com grandes almoços, tanto na Casa Grande, como nas casas dos colonos. É uma tradição o casamento diurno no Campo e hoje em dia existe uma grande volta às tradições e costumes, esse é um dos motivos pelos quais o Casamento no Campo está tanto em moda.

Muitos noivos pensam que casando no campo irão economizar, isso é verdade em muitos casos, mas outras vezes pode até ser mais caro, tudo depende dos serviços e locais escolhidos.

Claro que o casamento no campo permite várias economias para os noivos sem perder o charme e a alegria do casamento.

Devemos sempre lembrar que o casamento não é um Megashow mas sim a coroação de uma história de amor e o início de uma nova família.

Se alguém de sua família tem um sitio ou casa de campo bem organizada e equipada você pode pedir emprestada ou alugá-la para o evento, mas essa festa terá alguns limites pois normalmente o espaço não é equipado para uma grande festa.

Se não for o caso existem vários espaços nos arredores das grandes cidades com condições e equipamentos adequados a uma grande festa.

O Casamento no Campo permite que a cerimônia e a festa seja mais simples mas sem perder o charme.

A preocupação com o  conforto dos convidados é primordial e  indispensável nesse tipo de festa,as pessoas, tanto noivos quanto convidados vão se locomover durante um bom tempo para ir e voltar do casamento. Não podemos esquecer também de providenciar a condução do celebrante do casamento e do juiz de paz, pois muitas vezes necessitam e requerem condução para outras cidades e arredores.
Não podemos nunca esquecer que os convidados irão para outra localidade e que a viagem deixa roupas e cabelos amassados , precisando retocar a maquiagem, os convidados com fome e sede, crianças cansadas e com sede precisando ir ao banheiro, trocar fraldas, etc.

Conforto é fundamental.

Banheiros em quantidade, limpos e com produtos repostos a todo instante é fundamental.

Local para trocar fraldas das crianças.

É simpático colocar nos banheiros alguns matériais de conforto aos convidados tais como, gel, laquê (as senhoras terão feito uma pequena ou grande viagem para ir ao casamento), fraldas, absorventes, bandaid, balas de hortelã, fio dental, lenços humidecidos, creme para as mãos, linha, agulha, alfinetes,fita crepe, camisinhas, e outros de sua escolha. Não recomendo remédios pois as pessoas podem fazer mal uso ou ser alérgicas e as reações podem causar dissabores para os noivos ou para o buffet contratado.

Dar garrafinhas de água para a viagem é o brinde mais adequado para esse tipo de casamento.

O casamento no Campo dispensa muita decoração de flores quando o ambiente já tem muito verde , esse é o segredo, usar as qualidades do local , como recantos com natureza privilegiada para montar o altar, mesa de bolo, pista de dança e mesas ou lounges.

É importantíssimo haver um local coberto como  alternativa para  a festa e a cerimônia  pois mudanças no clima são imprevistas, não é possível pensar em local totalmente aberto e sem cobertura.

A recepção tende a ser mais longa vista que os casamentos acabam se realizando durante o dia, por isso a quantidade e a qualidade da comida e bebida e armazenamento adequado são importantíssimos.

A comida não pode ficar exposta no Buffet por muito tempo para que mosquitos não pousem na comida, refrigeração é essencial,principalmente porque os casamentos no Campo são em meses quentes , na maioria das vezes.

Muitas pessoas optam por churrasco, preferência nacional, mas não podemos esquecer que esse tipo de alimento tem exaustão difícil e acaba deixando cheiro espalhado por todo o ambiente que fica nos vestidos e cabelos das convidadas que se arrumaram para a festa.

Normalmente  o Casamento no Campo é durante o dia o que favorece a escolha de uma comida mais simples.

Como sempre digo, simples muitas vezes é mais chique, simples não significa ruim.

Não é necessário se fazer muitos pratos diferentes, mas sim uma quantidade maior de comida pois a festa durante o dia é mais longa  e as pessoas acabam comendo mais.

Caso a cerimônia do  casamento seja por volta das 11 hs  lembre-se que acabará na hora do almoço então sirva um coquetel leve antes da cerimônia pois os convidados terão viajado logo após o café da manhã. E após a cerimônia sirva um  almoço  .

Ou mesmo escolha um Brunch como serviço mas sempre sirva um pequeno coquetel antes da cerimônia.
O Brunch é chique e farto e agrada a muitos convidados, reúne pratos do café da manhã e do almoço e combina com o dia e ar livre:

- Sirva Suco, água e espumante como Welcome Drink, na chegada de seus convidados pois eles vieram pela estrada de longe , devem estar com sede.É uma atitude gentil.
- Canapés frios  e mini-sanduiches (para antes da cerimônia)
- Sucos diversos
- Café, Chá e Chocolate
- Vinhos e espumanetes
- Cerveja
- Pães e frios
- Canapés frios  e mini-sanduiches (para antes da cerimônia)
- Tortas salgadas
- Saladas leves
- Massas
- Frutas
- Tortas Doces
- Cremes
- Bolo
- Bem casados
- Docinhos

* Não se esqueça que  o serviço tem que ser interrompido enquanto se realiza a cerimônia *

Final da festa – encerre a festa com uma balcão de mini sanduíches, ou tostex variados  e sucos para que os seus convidados peguem a estrada de volta sem sede ou fome.

Casamentos no Campo , diurnos tem muitas crianças,vale a pena para a tranqüilidade dos pais  e demais convidados , os  noivos contratarem  uma recreadora e reservar um lugar e uma mesa para as crianças. 
Oferecer um Menu infantil também traz tranqüilidade e menos choro. Providencie também algumas mamadeiras extras e leite em pó caso algum pai esqueça, assim como fraldas. Caso a quantidade de crianças seja grande vale a pena escolher um menu infantil para evitar dissabores Pode ser algo simples ,como macarrão na manteiga com escalopinho,escondidinho de carne moída, hamburgers e misto quente , de novo a simplicidade.

Para evitar os problemas com acidentes nas estradas podemos ter algumas alternativas :

1) Contratar vãs para o transporte dos convidados.
2) Ter locais com cadeiras reclináveis para o descanso dos motoristas antes de voltarem à cidade.
3) Contratação de motoristas para levar os carros e convidados de volta à cidade.
4) A partir de certo horário não servir mais bebidas alcoólicas.(sendo que esta alternativa é a mais barata mas a menos popular).
5) Recolhimento das chaves na chegada do convidado e dada a um responsável que só devolverá as mesmas após verificação de quem ira dirigir o carro na volta.
Por Kris Kruz

Dito popular

"Se chiar resolvesse, sal de frutas não morria afogado."


Pensem nisso e vamos a luta!

É triste mulher usar...


1) Esmalte com uma florzinha (ou estrelinha) em uma das unhas combinado com a outra mão (no pé já é caso de internação).

2) Salto de acrílico (a não ser que vá fazer um filme pornô ou agradar o namorado fetichista).

3) Lente de contato colorida. Essa é uma das tenebrosas campeãs. Além de dar uma enorme vontade de lacrimejar de aflição (para quem está de frente com o ser), parece que estamos diante de uma personagem do próximo filme do X-Men.

4) Meia-calça cor da pele, tipo Kendall para o inverno (a não ser que tenha mais de setenta anos ou use debaixo da calça em caso de frio extremo). Em hipótese nenhuma deve ser usada com saia e sandália aberta.

5) Calça justa demais, que aperte as partes íntimas (fica parecendo uma pata de camelo).

6) Descolorir os (muitos) pelos da barriga, o famoso "caminho da felicidade". Melhor depilar, caso contrário, é melhor procurar um namorado que tenha colocado blondor no bigodinho. Farão um lindo par.

7) Unha do pé grande, maior do que onde termina o dedo, além de ficar muito feio pode ser um perigo fazendo "carinho" com o pé, no marido ou namorado. Se estiver solteira, vá à praia de meia.

8) Calça jeans com muitas aplicações (rosas coloridas, tachas, strass, etc.). Tudo em exagero polui o visual e esse tipo de calça tem muita "energia" .
Usada junto com o ítem 2 é uma das piores composições.
Se pretende sacanear algum namorado (ou ex), chame-o para jantar ou dançar e vá assim.

9) Perfume Paris, do Yves Saint Laurent. Se não estiver na terceira idade não tem desculpa. As pessoas ao redor não merecem isso e nem todo mundo carrega Neosaldina na bolsa. Usar no verão então, é sadismo.
Perfume Angel só se você for cinquentona, loira, gorda, alta e usar salto de acrílico ou tamanco de madeira bem alto.

10) Calça legging com tamanco de madeira. Se você não estiver numa refilmagem de "Grease nos tempos da brilhantina", use outra maneira de chamar a atenção. Há outras (e muito melhores) maneiras de um cara te
achar gostosa.

11) Saia ou vestido de bico. Bico serve pra que? Manga de bico cai na sopa e enrosca na maçaneta da porta. 
Texto de Arnaldo Jabor.

Casamento: Tradicional x Moderno


A festa de casamento precisa ter a cara dos noivos e, nos últimos tempos, essa teoria em cada vez mais sendo colocada em prática.
Hoje, já conseguimos distinguir o casal e o evento em dois tipos:
tradicionais e modernos.

No “casamento tradicional” geralmente encontramos todos aqueles itens e rituais que caracterizaram o evento ao longo dos anos, como buffet à inglesa (servido por garçons), usa-se rosas na decoração, bem casados embalados em papel crepom, fotos cheias de pose e a tradicional valsa. Agora o “casamento moderno”, que está ganhando cada dia mais a preferência dos noivos, permite ao casal que ouse, inove e personalize mais o grande dia. A valsa e o repertório clássico por exemplo, são trocadas por musicas que simbolizem a história dos recém-casados e até mesmo por rock e temas atuais de novelas. Já o buffet geralmente é o franco-americano (os convidados se servem e comem em pé) e os bem casados vêm até em sacolinhas.

No casamento moderno, os noivos não se prendem tanto aos rituais que já conhecemos e acabam colocando seu toque pessoal em tudo. Eles querem mais, querem surpreender, inovar, deixar na lembrança de seus convidados sua marca pessoal. Mas é importante ressaltar que o casal tradicional sempre terá algum traço moderno e vice-versa. E este casamento tradicional não pode de jeito nenhum ser considerado ultrapassado.

Festa de Casamento Tradicional

Buffet
Preferem o serviço à inglesa (servido por garçons). O cardápio é o básico. Preferem não se arriscar de escolher um tempero que possa não agradar a maioria.

Decoração
Arranjos mais fechados, com formato mais "certo" e uso de flores mais conhecidas,
como rosas.

Bem casados
Embalado em papel crepom nacional ou importado.

Foto/vídeo
O álbum prioriza fotos posadas.

Convites
Texto e formato tradicional, com envelope, caligrafia e monograma.

Música da cerimônia
Repertório clássico, com uso de varias vozes.

Música da festa
Repertório variado, porém os noivos sempre abrem o baile com a valsa


Festa de Casamento Moderno

Buffet
Preferem o serviço franco-americano (os convidados se servem e comem em pé)
e o cardápio é mais diferenciado.

Decoração
Arranjos mais soltos, abertos, despojados. Uso de flores e folhagens menos comuns.

Bem casados
Embalagens diferenciadas, como caixinhas, papéis especiais, saquinhos e sacolas.

Foto / vídeo
Fotos jornalísticas e álbum que utilize todos os recursos de tecnologia disponíveis.

Convites
Texto informal, envelope com abertura diferenciada, uso de papel vegetal, fotos, etc.

Música da cerimônia
Repertório inovador, com músicas atuais de novela e até rock adaptado para clássico.

Música da festa
Repertório variado, com, DJ/VJ, e a música dos noivos deve ser algo que tenha relação com a história deles (início do namoro, primeira dança,...)

Será que maio ainda é o mês das noivas?

Considerando a quantidade de casamentos realizados no ano, de acordo com o IBGE, então Dezembro seria o campeão em casamentos. Em segundo lugar viria setembro, sendo maio o terceiro mês mais procurado pelas noivas para o enlace matrimonial. Isso ocorre porque os casais aproveitam as festas de fim de ano quando normalmente as empresas dão férias para poderem fazer uma viagem e se organizarem na vida nova.
Porém, contrariando as estatísticas, noivos mais tradicionais ainda preferem casar no quinto mês do ano. A definição de maio como mês das noivas, vem de uma homenagem dos católicos à festa de consagração de Maria, mãe de Jesus - daí chama-lo também de Mês Mariano - e também por ser o mês das mães.
Como tradição é tradição, e o mês de dezembro já tem muita festa, maio é o mês em que as empresas de produtos e serviços de casamento aproveitam para fazer promoções e fechar sua agenda.
Para garantir isso, o mercado de casamento se agita em maio, onde geralmente acontecem os principais eventos e workshops de noivas. Por isso esse é o mês em que a imprensa mais fala de casamento.

25 de mai de 2011

Veja os direitos que os homossexuais ganham com a decisão do STF

Herança por morte do parceiro, acesso a plano de saúde e até pensão alimentícia viram benefícios legais de casais de mesmo sexo.

Com a equiparação de direitos e deveres de casais heterossexuais e homossexuais, foi aprovado em 05/05/2011 pelo Supremo Tribunal Federal (STF), a rotina dos casais gays deve passar por alterações, principalmente para incorporar novos direitos civis.

A decisão do STF faz com que a união homoafetiva seja reconhecida como uma entidade familiar e, portanto, regida pelas mesmas regras que se aplicam à união estável dos casais heterossexuais, conforme previsão do Código Civil (veja abaixo).

O que muda com a decisão do STF hoje

Comunhão parcial de bens Conforme o Código Civil, os parceiros em união homoafetiva, assim como aqueles de união estável, declaram-se em regime de comunhão parcial de bens.
Pensão alimentícia Assim como nos casos previstos para união estável no Código Civil, os companheiros ganham direito a pedir pensão em caso de separação judicial.
Pensões do INSS Hoje, o INSS já concede pensão por morte para os companheiros de pessoas falecidas, mas a atitude ganha maior respaldo jurídico com a decisão.
 Planos de saúde  As empresas de saúde em geral já aceitam parceiros como dependentes ou em planos familiares, mas agora, se houver negação, a Justiça pode ter posição mais rápida.
 Políticas públicas  Os casais homossexuais tendem a ter mais relevância como alvo de políticas públicas e comerciais, embora iniciativas nesse sentido já existam de maneira esparsa.
 Imposto de Renda  Por entendimento da Receita Federal, os gyas já podem declarar seus companheiros como dependentes, mas a decisão ganha maior respaldo Jurídico.
 Sucessão  Para fins sucessórios, os parceiros ganham os direitos de parceiros heterossexuais em união estável, mas podem incrementar previsões por contrato civil.
Licença-gala Alguns órgãos públicos já concediam licença de até 9 dias após a união de parceiros, mas a ação deve ser estendida para outros e até para algumas empresas privadas.
 Adoção  A lei atual não impede os homossexuais de adotarem, mas dá preferência a casais, logo, com o entendimento, a adoção para os casais homossexuais deve ser facilitada.

Um direito que não foi estendido aos casais gays pela corte é o do casamento. “ O casamento exige registro civil e, ás vezes envolve uma aprovação religiosa, se assim decide o casal. Há toda uma formalidade que não existe na união estável”, explica a advogada especialista em direito homoafetivo, Sylvia Maria Mendonça do Amaral.
Antes do julgamento do STF, os homossexuais já podiam registrar sua união em cartório num contrato que estabelece divisão de bens e constata a validade da união. “É uma situação que já existe, só falta mesmo regulamentar” afirma a advogada cível Daniella de Almeida e Silva sobre a união homoafetiva.

A presidente da Comissão de Diversidade Sexual da Ordem dos Advogados do Brasil em São Paulo (OAB-SP), Adriana Galvão, lembra que até que se edite uma lei que regulamente a união de pessoas do mesmo sexo, os parceiros sempre terão de recorrer à Justiça para fazer valer os seus direitos. "Com a decisão de hoje, porém, os julgamentos tendem a ser mais rápidos e favoráveis aos casais."
A relação homoafetiva era considerada antes apenas um regime de sociedade no Código Civil. Pela interpretação anterior, o casal homossexual era tratado como tendo uma relação de sociedade, ou seja, se há uma separação, os direitos são equivalentes aos existentes em uma quebra da sociedade.
Por outro lado, a união estável, prevista na Constituição Federal (art. 226, parágrafo terceiro) e no Código Civil (art.1723), é tratada como uma entidade familiar e, por isso, regida pelo direito da família. É essa nova interpretação que se estende aos casais gays pela decisão do STF de hoje.

Relação pública, duradoura e contínua
Agora, para ser considerada uma união estável, assim como para os casais heterossexuais, serão necessários alguns requisitos. Não há um prazo mínimo de convivência, mas a relação precisa ser uma convivência pública, duradoura, contínua, ter a característica de lealdade e com a intenção de se constituir família, segundo o próprio Código Civil.
Com a decisão do STF, estende-se à união homoafetiva 112 direitos que até então eram exclusivos dos casais heterossexuais que vivem juntos, segundo a vice-presidente do Instituto Brasileiro de Direito da Família, Maria Berenice Dias, maior expoente de defesa aos direitos homoafetivos no Brasil.
Muitos desses 112 direitos, porém, já vinham sendo garantidos por outros tribunais em casos isolados e até mesmo por órgãos do governo. Desde o ano passado, por exemplo, a Previdência Social passou a conceder ao parceiro gay a pensão por morte e permitir a declaração conjunta do imposto de renda. Assim como a Receita Federal, neste ano, passou a aceitar declarações conjuntas de gays.
No entanto, algumas instituições ainda negam o reconhecimento da relação homossexual como entidade familiar. No ano passado, um clube de São Paulo recusou como sócio o companheiro de um gay.
Mas alguns órgãos da administração pública já permitie que o parceiro de um funcionário homossexual contasse com benefícios de dependente. Esse é o caso do Governo do Estado do Rio de Janeiro, que propôs uma das ações julgadas hoje pelo STF. Há uma lei estadual para garantir benefícios previdenciários aos parceiros de servidores públicos homossexuais, mas o Estado tinha dificuldades para aplica-lá. Atualmente, o Senado tem em debate a concessão de licença-gala a gays. (É mais uma das licenças previstas na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). A licença gala então é mais uma hipótese de falta justificada, que tem vez quando o trabalhador casa-se, permitindo-lhe aproveitar três dias consecutivos de lua de mel!).
ultimosegundo.ig.com.br

Vestidos do KZ Atelier Noivas

KZ Atelier Noivas

KZ Atelier Noivas
kz

Vestidos 15 anos do KZ Atelier Noivas