orientação para tirar medidas

Oriente-se pela imagem e pela tabela de tamanhos, mas atenção: não aperte a fita, deixe-a justa, mas sem apertar.
A dica para quem for se medir sozinha é ficar em frente a um espelho grande.Vamos as principais medidas:
• Busto: passe a fita métrica por debaixo das axilas, contorne todo tronco, deixe a ponta da fita para frente, tire a medida do ponto mais saliente do busto.
• Abaixo do Busto: Esta medida é a linha de baixo do sutiã.
• Cintura: Passe a fita em volta da cintura no ponto mais estreito. A cintura fica mais ou menos a dois dedos acima do umbigo.
• Quadril: Contorne a fita na parte mais larga dos quadris.
• Altura do vestido: Para saber a altura do vestido, meça da linha abaixo do busto (linha do sutiã) até as pontas dos pés.

Como tirar medidas

Como tirar medidas

Pesquise no blog KZ

4 de mai de 2009





Curiosidades

Alianças
O símbolo da união.
O termo aliança tem origem hebraica e significa compromisso.
Trocar as duas alianças, tem como representação a união e isolamento do casal de todo o mal. Acredita-se que a aliança tem o poder de unir e colocá-la no dedo da pessoa amada, torna o seu amor exclusivo.
Representa fidelidade e a unidade perfeita, sem começo e sem fim.
Os hindus utilizavam a aliança como forma de simbolizar o casamento, mas foi realmente difundida, quando o hábito foi adotado por romanos e gregos.
Em Roma acreditava-se, que a aliança deveria ser colocada no quarto dedo da mão esquerda, pois passa por ele uma veia (veia d'amore), que vai direto ao coração.
No início ela era usada como um "recibo de compra" da noiva, deixando claro aos demais interessados, que ela não estava mais disponível.
Só partir do século IX a igreja cristã passou a adotar a aliança como símbolo da união entre casais cristãos.
Com a tradição se seguem as superstição e no caso da aliança não foi diferente.
Na Escócia se acredita que se a mulher perdê-la, com certeza perderá também o marido.
Para os egípcios ela representava a eternidade.
Os gregos imantavam as alianças pois acreditavam que isso atrairia o coração do amado.


Vestido da Noiva
Como tudo começou...
Podemos considerar como a primeira tradições do casamento, sem dúvida nenhuma, é o vestido da noiva.
Desde da Roma antiga tem-se a tradição de usar um vestido especial para o dia do casamento, mas o hábito de usar vestido branco vem de uma fato um tanto quanto inusitado para a época.
Por volta do século XVII, não era usual que alguém pedisse a mão de uma rainha em casamento. Porém a rainha Victória tomou a iniciativa de fazer o pedido ao seu primo Albert.
Ela foi precursora da cor branca no vestido, uma tradição cultuada até os dias atuais, simbolizando a castidade e pureza.
Mas nem sempre foi assim, na Idade Média não havia uma cor específica, por ser a cor que simboliza o amor o vermelho dominava a cena.
Existe uma tradição na Pomerânia onde as noivas se vestem inteiramente de preto, mas comentaremos isso mais tarde.


Véu Uma nova vida


Hijab (véu) em árabe significa "o que separa duas coisa". A vida de solteira em contrapartida à nova vida de casada.
Já na Grécia antiga, o costume de usar o véu, provém do fato de acreditarem que ele protege a noiva do mau olhado e de possíveis admiradores.

Grinalda
A dona da festa.
A grinalda tem por finalidade destacar a pessoa mais importante no casamento: A NOIVA!
Acreditava-se que quanto maior a grinalda, maior o status e a riqueza da noiva.



Mês das noivas.
O mês das mães, também é o mês das noivas. Essa é uma informação que grande parte das pessoas sabem, mas o que não é muito divulgado é o por quê. No site chamado "Guia dos curiosos" diz que maio foi intitulado mês das noivas por influência da Igreja Católica. Isso porque é o mês da consagração de Maria, mãe de Cristo. A comemoração do dia das mães, no segundo domingo de maio, também contribuiu para a associação com as noivas.Como a Igreja Católica tinha muito poder sobre as pessoas, ela instituiu que o quinto mês do ano seria o mais propício para cerimônias religiosas. No entanto, o que acontece hoje, é que maio já não é mais o escolhido pelas mulheres que pretendem se casar. Os tempos mudaram e com eles as condições para se ter um casamento dos sonhos. Dezembro tornou-se a data mais procurada. Essa mudança foi devida às condições que este mês oferece, como os abonos extras que os trabalhadores ganham no final do ano. O 13º salário é um alívio para quem está gastando muito com vestidos, decoração, festas e seria um complemento para a viagem de lua-de-mel. Este período também coincide com as férias e é bastante festivo por causa das comemorações de fim de ano.Além de dezembro, há outro mês que desbancou o chamado mês das noivas. Setembro, segundo dados do IBGE, está sendo considerado o segundo mais procurado. Não há justificativas científicas para explicar o motivo da preferência por este período, no entanto, acredita-se que este seria um mês romântico por causa da chegada da primavera, estação das flores.Como há os meses mais procurados para os enlaces matrimoniais, há os que estão muito longe de se tornarem preferidos. Agosto é, literalmente, o menos cogitado. Em cada 100 cerimônias, apenas 4 são realizadas neste mês. Entre as explicações para o desprezo seria que na Idade Média este era o mês do celibato, ou seja, do solteirismo. Era quase um pecado realizar casamentos neste período. Já a crendice popular diz que não traz boa sorte casar-se no "mês do cachorro louco". Agosto, para completar, fica no inverno, a estação que menos atrai os nubentes.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o comentário!

Vestidos do KZ Atelier Noivas

KZ Atelier Noivas

KZ Atelier Noivas
kz

Vestidos 15 anos do KZ Atelier Noivas