orientação para tirar medidas

Oriente-se pela imagem e pela tabela de tamanhos, mas atenção: não aperte a fita, deixe-a justa, mas sem apertar.
A dica para quem for se medir sozinha é ficar em frente a um espelho grande.Vamos as principais medidas:
• Busto: passe a fita métrica por debaixo das axilas, contorne todo tronco, deixe a ponta da fita para frente, tire a medida do ponto mais saliente do busto.
• Abaixo do Busto: Esta medida é a linha de baixo do sutiã.
• Cintura: Passe a fita em volta da cintura no ponto mais estreito. A cintura fica mais ou menos a dois dedos acima do umbigo.
• Quadril: Contorne a fita na parte mais larga dos quadris.
• Altura do vestido: Para saber a altura do vestido, meça da linha abaixo do busto (linha do sutiã) até as pontas dos pés.

Como tirar medidas

Como tirar medidas

Pesquise no blog KZ

10 de set de 2010

Vestido de noiva para portadora de deficiência

Criar roupas para ajudar noivas com paralisia cerebral e cadeirantes já não é mais um sonho, está se tornando realidade.
Sabemos que toda mulher sonha em se casar e formar uma família, com direito a festa para reunir os amigos e festejar. Não importando qual seja a classe social, a etnia, a religião e até a personalidade de uma pessoa, as mulheres portadoras de alguma deficiência são iguais a todas as outras e tem os mesmos direitos perante a sociedade.
E foi pensando em ajudar essas noivas a realizarem seu sonho e integrarem-se cada vez mais com a comunidade, que a professora Leny Pereira, criou um vestido de noiva nada convencional.
Ela apresentou o vestido durante uma palestra na faculdade onde abordaavam modelagem e ergonomia para pessoas com deficiência, que tinham seus movimentos comprometidos.
De acorodo com Leny, as roupas foram criadas para atender essa necessidade no início porém acabaram tendo desdobramento em outros segmentos da moda, incluindo a área de casamento. “Atendi uma noiva com comprometimento de movimentos de um lado de seu corpo e desenhei o vestido para ela todo adequado às necessidades de vestibilidade da mesma. Deslocando recortes, costuras e saia separada do corpo”, explicou.
Já difícil para as noivas que não possuem nenhum tipo de deficiência física vestir determinadas roupas o que dirá para as mulheres que possuem dificuldades, é ainda pior.
Pensando nesse problema, ficou imaginando em como a noiva poderia passar os braços dentro do vestido, analisou o tamanho da abertura da cintura e até o conforto que a roupa traria para uma noiva que está em uma cadeira de rodas, por exemplo.
A professora pesquisou desde o forro do vestido até o tipo de tecido que poderia ser usado na confecção. “O uso de zíperes em recortes pode ajudar a noiva a usar as mãos para abrir e fechar o vestido”, contou.
Após todo o desenvolvimento da roupa, o vestido criado pela estilista foi feito com musseline e elastano, com forro de cetim, renda bordada na parte superior e aplicações de cristais e pedrarias. Para proporcionar conforto, a designer de moda deixou a roupa regulável nas costas e separou-a por partes, possibilitando a montagem de acordo com o manequim da noiva, que pode variar de 38 a 42.
O vestido será comercializado e custará aproximadamente R$1.800, dependendo do tecido e dos bordados utilizados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o comentário!

Vestidos do KZ Atelier Noivas

KZ Atelier Noivas

KZ Atelier Noivas
kz

Vestidos 15 anos do KZ Atelier Noivas